Glaxo quer receber US$ 1,9 bilhão da receita federal dos EUA e entra na Justiça

Ponto de discórdia entre as partes refere-se a pratica contábil que reduz os lucros a serem taxados localmente

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A farmacêutica britânica GlaxoSmithKline luta judicialmente contra a receita federal dos EUA, querendo que o Estado devolva cerca de US$ 1,9 bilhão, por impostos e penalidades.

O ponto de discórdia entre as partes refere-se a uma prática contábil que reduz os lucros a serem taxados nos EUA. Conforme a companhia, a operação se justifica pelas deduções de juros de empréstimos feitos por unidades fora do país.

Segundo capítulo

Apesar de clamarem obrigações fiscais desde 2001 e terem entrado na Justiça dos EUA no decorrer do ano passado, executivos da farmacêutica não esperam uma decisão da corte antes de 2011.

Aprenda a investir na bolsa

Por último, cabe ressaltar que não é a primeira batalha judicial entre as partes, ao passo que o governo norte-americano processou a GlaxoSmithKline por minimizar a incidência de impostos sobre lucros, ao pagar quantias superiores e acima do previsto ao fornecimento advindo de suas subsidiárias estrangeiras.