Conteúdo editorial apoiado por

Gigante dos chips TSMC sobe 30% desde setembro e mercado vê mais altas com onda de IA

O volume diário de opções de compra nos ADRs (recibos depositários americanos) da TSMC (TSM) tem aumentado recentemente

Bloomberg

TSMC (Photographer: Mike Kai Chen/Bloomberg)

Publicidade

Bloomberg — Um rali nas ações da Taiwan Semiconductor Manufacturing Company, mais conhecida como TSMC, pode receber um novo impulso à medida que o otimismo renovado em relação à Inteligência Artificial (IA) compensa as preocupações sobre as relações com a China após as eleições presidenciais em Taiwan.

As ações da maior empresa de “foundry” (termo da indústria que se refere a companhias que fabricam chips por encomenda projetados por terceiros) para semicondutores do mundo subiram cerca de 30% desde o momento de baixa em setembro passado, adicionando mais de US$ 100 bilhões ao seu valor de mercado, à medida que os investidores apostam na recuperação dessa indústria global.

O volume diário de opções de compra nos ADRs (recibos depositários americanos) da TSMC (TSM) tem aumentado recentemente com apostas otimistas antes do resultado divulgado na quinta-feira (18). Os números apresentados reforçaram o otimismo: os ADRs subiram quase 10% na quarta-feira.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Apesar do rali, as ações ainda estão abaixo do seu nível recorde estabelecido há dois anos, mesmo no momento em que seus pares globais na indústria de chips e clientes de alto nível, incluindo a Nvidia, atingiram cotações máximas históricas com a “febre” em torno da inteligência artificial e a gradual retomada na demanda global por chips.

Dada a reação geopolítica contida à votação na eleição em Taiwan, alguns investidores esperam uma recuperação na TSMC, com o preço-alvo médio indicando um ganho de 20% neste ano.

“Esperamos que essa questão esteja agora resolvida e que esse nome finalmente possa se destacar dada sua inquestionável dominação na produção de chips de IA”, disse Amir Anvarzadeh, estrategista da Asymmetric Advisors.

As ações da TSMC podem subir ainda mais devido aos baixos valuations combinados com as vendas melhor do que o esperado da empresa e possíveis aumentos de preços, acrescentou.

A estimativa consensual de lucros futuros para a TSMC voltou a atingir uma alta recorde, à medida que a empresa superou as expectativas de receita do quarto trimestre. A ação possui 35 recomendações de compra, contra duas equivalentes a “neutro” e nenhuma de venda.

Como fabricante contratada dos semicondutores de 5 nanômetros projetados pela Nvidia, a TSMC é vista como uma beneficiária primária do boom da inteligência artificial. Enquanto a recuperação na demanda por smartphones tem sido lenta para ganhar impulso, a Apple tem adotado os chips mais avançados, e mais caros, de 3 nanômetros da empresa em seus últimos iPhones.

A TSMC teve uma alta junto com as ações globais de chips desde o outono do hemisfério norte, perdendo algum vigor desde o início do ano devido a preocupações com atritos com a China resultantes das eleições em Taiwan.

A corrida pela presidência foi vencida por Lai Ching-te, do Partido Democrático Progressista, que é visto como “separatista” pela China, embora seu partido tenha perdido o controle do parlamento.

Lai apoiou a decisão da TSMC de expandir a produção no exterior, afirmando que isso fortalece a influência da empresa, bem como a influência de Taiwan internacionalmente. Até agora, Pequim teve uma reação contida à vitória de Lai, reiterando sua oposição à independência da ilha. “Eu acredito que haverá um efeito mínimo na TSMC” a partir da eleição, disse Charles Shum, analista da Bloomberg Intelligence. “A vitória de Lai sugere a continuação da estratégia de crescimento econômico focada em semicondutores do governo taiwanês.”

Os resultados futuros podem destacar impactos negativos dos gastos com fábricas nos EUA e em outros lugares, bem como o fortalecimento do dólar taiwanês e o aumento dos custos trabalhistas.

Por outro lado, a relativa acessibilidade é vista como um suporte para a ação, que está sendo negociada a 15 vezes as estimativas de lucros futuros em comparação com uma mediana de 18 vezes em cinco anos e de 28 vezes da Nvidia.

“Gostamos da TSMC, pois achamos que sua sólida liderança tecnológica e execução a posicionam melhor do que os concorrentes para capturar o crescimento estrutural de longo prazo da indústria, especialmente em áreas como 5G ou IA”, escreveram analistas do Goldman Sachs, incluindo Bruce Lu, em um relatório a investidores, acrescentando que o valuation da empresa continua atraente.

© 2024 Bloomberg L.P.