Investimento alternativo

Gestora de Venture Capital DOMO Invest aporta R$ 3 milhões em startup de educação

Agenda Edu se torna líder no mercado de ferramentas para escolas no Brasil  

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A gestora de Venture Capital DOMO Invest acaba de aportar R$ 3 milhões na startup Agenda Edu, consolidando a companhia como líder no mercado de ferramentas tecnológicas voltadas a escolas no Brasil.

A plataforma da Agenda Edu atende mais de 500 mil usuários ativos na área de gestão de comunicação em ambientes educacionais. Trata-se de um aplicativo que substitui a agenda dos alunos por um ambiente onde as informações podem ser consultadas e compartilhadas em tempo real.

Com o aporte da DOMO, a Agenda Edu expandirá suas operações, que já estão em mais de mil escolas ao redor do país.

Aprenda a investir na bolsa

“O ano de 2017 foi, de fato, um salto em nosso negócio. Crescemos de forma significativa, dobramos o tamanho de nosso time e melhoramos a qualidade do software e do serviço prestado. Inauguramos também nosso primeiro escritório fora de Fortaleza (CE), nossa cidade-sede, a operação em São Paulo (SP) é direcionada às áreas comercial e institucional, e estamos aprofundando nossa aliança com as escolas parceiras da Pearson, maior empresa de Educação do mundo”, diz Anderson Morais, CEO da Agenda Edu.

Segundo ele, a escolha da Domo para realizar o aporte foi feita após conversas com cerca de 10 fundos de investimentos. “A gente percebeu que a Domo tinha mais a oferecer além do dinheiro”, diz o empreendedor.

“A experiência dos gestores é interessante para ajudar no aspecto 360 graus do nosso negócio”, explica Anderson. A DOMO seleciona as startups em que investe não por mercado ou indústria, mas por identificação após pesquisar todo o ecossistema dessas empresas.

Além do aporte financeiro, a gestora oferece também total apoio de mentoria para todas as frentes do negócio, partindo da experiência dos sócios da gestora. A Asset conta com nomes como Rodrigo Borges, fudador do Buscapé; Felipe Andrade, ex-sócio-diretor da Barclays; e Guga Stocco, criador da operação online do Banco Original, CEO de MoneyEX e membro dos conselhos consultivos da TOVS, B3, Carrefour e Hapvida.