Fundos cripto

Gestora cripto Valkyrie levanta US$ 11 mi em financiamento estratégico

Pesos pesados ​​das finanças tradicionais, como BNY Mellon e Wedbush, estiveram entre os participantes do financiamento

Por  CoinDesk -

A Valkyrie Investments – que tinha US$ 1,2 bilhão em ativos sob gestão no final do último trimestre – levantou US$ 11,15 milhões em uma rodada de financiamento estratégico que incluiu players tradicionais de Wall Street entre os apoiadores, como o BNY Mellon e o Wedbush Financial Services, além do braço de capital de risco da exchange de criptomoedas Coinbase.

A Valkyrie, com sede em Nashville, oferece oito protocolos de confiança, um hedge fund de finanças descentralizadas (DeFi), três fundos negociados em bolsa (ETFs) listados na Nasdaq e um negócio de gerenciamento de tesouraria de protocolo.

No mês passado, o XBTO Bitcoin Futures Fund da Valkyrie obteve a aprovação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

“Nós realmente não prevíamos levantar nenhum capital agora”, disse o cofundador e diretor de investimentos da Valkyrie, Steven McClurg, ao CoinDesk em uma entrevista, observando que a empresa inicialmente recusou ofertas de investimento. “Foi um pouco menos sobre o dinheiro e mais sobre as parcerias estratégicas”.

Outros participantes do financiamento incluem o banco comercial SenaHill Partners, o fundo de capital de risco Belvedere Strategic Capital e o Clearsky, um dos maiores hedge funds para créditos de carbono.

A Valkyrie também expandiu suas parcerias globais com a participação da Zilliqa Capital, com sede em Cingapura, e da C-Squared Ventures, com sede em Taiwan.

O novo capital ajudará a Valkyrie a continuar a construir sua infraestrutura de tecnologia na esperança de trazer mais investidores institucionais para o espaço de ativos digitais.

A empresa também investirá em ferramentas de staking e mineração, disse McClurg, já que a Valkyrie administra os nós mestres e validadores de muitos de seus fundos. McClurg observou que os serviços de staking de terceiros existentes não oferecem os relatórios de nível institucional necessários.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe