Futuros nos EUA operam em alta, com disparada de Sears e maior liquidez na GMAC

Varejista revela lucro de US$ 26 mi e ações sobem 23%; papéis da GM avançam 4% após injeção de US$ 7,5 bi em sua financeira

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Na manhã desta sexta-feira (22), os contratos futuros dos principais índices de ações norte-americanos negociados na Chicago Mercantile Exchange, como o S&P 500 e o Nasdaq 100, indicam uma abertura em alta das bolsas dos EUA.

Revelando seu resultado operacional, a varejista Sears reverteu os sinais e apresentou lucro líquido de US$ 26 milhões no primeiro trimestre, ante o prejuízo de US$ 56 milhões no mesmo período do ano passado. Além disso, a companhia anunciou que detém uma linha de crédito na casa de US$ 4,1 bilhões para este ano. Inseridas no cenário, as ações da Sears disparam 23% no pré-market.

Confirmando as especulações recentes, a companhia financeira GMAC – especializada na concessão de crédito automotivo e imobiliário – recebeu injeção de US$ 7,5 bilhões do Tesouro dos EUA. Como resposta à maior liquidez em seu braço financeiro, os papéis da General Motors sobem forte nas negociações que precedem a abertura de Wall Street, ao marcarem valorização de 4%.

Ratings e commodities

Aprenda a investir na bolsa

Para Bill Gross, chefe de investimentos da Pacific Investment Management, os EUA podem perder o rating ‘AAA’. Separadamente, o presidente do Fed de Boston Eric Rosengren afirmou em discurso que a maior economia do mundo provavelmente caminhará com passos lentos rumo à recuperação.

Voltando à esfera corporativa, ênfase para a valorização dos papéis de Alcoa e Exxon Móbil, que sobem 3% e 1,5%, respectivamente, no pré-market de Wall Street. Tais altas devem-se às variações positivas no mercado de commodities, com destaque para a cotação do barril de petróleo Brent em Londres, ao passo que investidores adquirem tonéis de óleo bruto à espera da inflação nos EUA.

Contratos futuros

O contrato futuro do S&P500 opera a 895,10 pontos, alta de 8,17 pontos em relação ao valor justo, o que indica uma abertura do S&P 500 a 896,50 pontos, valorização de 0,92% em relação ao último fechamento.

Já o futuro do Nasdaq 100 aponta uma abertura do índice das blue chips de tecnologia a 1.392,45 pontos, alta de 0,74% frente ao fechamento de quinta-feira (21). O contrato futuro negociava há instantes a 1.377,00 pontos, 10,17 pontos acima do valor justo.

Confira o último fechamento

No pregão de quinta-feira, o índice Dow Jones fechou em desvalorização de 1,54%, atingindo 8.292 pontos. Já o S&P 500 encerrou com queda de 1,68%, enquanto o índice Nasdaq Composite recuou 1,89%.

PUBLICIDADE

%Var DiaPontos%Var 30D%Var Ano
Dow Jones-1,548.292+4,05-5,52
S&P 500-1,68888+4,50-1,65
Nasdaq-1,891.695+3,13+7,50