Fusão entre Rio Tinto e BHP tiraria liderança da Vale na produção de minério de ferro

Mas, operação ainda está só nos rumores; em todo caso, mesmo se materializada, não prejudicaria a brasileira

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – BHP Billiton e Rio Tinto foram assunto no último pregão australiano com os investidores especulando sobre a possibilidade de uma fusão entre as duas companhias, depois que analistas do Citigroup avaliaram que a primeira, maior mineradora do mundo, já está em condições de adquirir a Rio Tinto.

Em determinados termos, a operação seria interessante para a BHP Billiton porque a Rio Tinto, de sólido fluxo de caixa, poderia acrescentar ao lucro por ação da australiana cerca de 7% em 2008 e 2009.

Vale perderia a liderança

Sobre o assunto, as companhias não se manifestaram, mas uma eventual fusão entre os grupos tomaria da Vale do Rio Doce a liderança na produção mundial de minério de ferro e na negociação dos preços de referência.

Porém, a operação não deve prejudicar a brasileira, para a qual prevalece o fato de, materializado o negócio, o mercado ficar mais concentrado, o que constitui um fator positivo qualquer que seja o líder.

Compartilhe