Patrocinado
Oferecido por

Fundo de ações de gestão ativa: a melhor opção para aproveitar a Bolsa de Valores

O fundo Mauá Ações FIC FIA, do gestor Renato Ometto, acumula ganhos superiores 74% um alfa de 29,61% em relação ao Ibov

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

Após o Banco Central anunciar mais um corte da taxa básica de juros — a Selic está em 4,25% — não resta mais dúvidas de que a Bolsa de Valores se torna cada vez mais uma excelente alternativa para o investidor. Ainda mais porque o cenário econômico mostra que o Ibovespa tem potencial para atingir os 150 mil pontos até 2020.

“Há uma série de motivos que nos levam a crer nessa alta até o ano que vem, como a reprecificação dos múltiplos dos ativos, devido à queda do custo de capital, o fluxo gerado pela realocação de fundos da renda fixa para ações, e o fato de as empresas estarem com estrutura de custos enxuta, capacidade ociosa elevada (ambos efeitos da crise), e com despesas financeiras bem menores, levando a uma importante melhora nos lucros das empresas, e, portanto, à valorização das ações”, comenta Renato Ometto, gestor do fundo Mauá Capital Ações Master.

Dessa maneira, o investidor que quer aproveitar a alta da renda variável tem três possibilidades: investir no índice, comprar ações individualmente ou aplicar em fundos de ações.

Aprenda a investir na bolsa

No primeiro caso, apesar do risco ser menor dada a diversificação de ativos do índice, sua rentabilidade esperada também é menor, além de o índice ter peso maior em empresas que talvez não tenham as melhores perspectivas de crescimento, o que pode gerar um pior desempenho.

Já a alternativa de comprar ações individualmente é mais arriscada. Como o investidor nem sempre consegue acompanhar todas as informações disponíveis, muitas vezes ele fica mais vulnerável a fazer apostas erradas e perder bastante dinheiro.

Porém, há os fundos de ações de gestão ativa, que contam com especialistas que analisam constantemente os diferentes cenários e os ativos da carteira.

O gestor Renato Ometto mostra por qual motivo a escolha por investir em fundos de ações pode ser mais eficiente para o investidor. “A escolha do índice não necessariamente é a escolha das melhores ações. Com nosso time composto por 4 analistas especializados setorialmente, conseguimos acompanhar um nível de informações mais elevado e, assim, identificar e escolher ações de empresas com bons fundamentos e vantagens competitivas, fazendo com que o desempenho da carteira seja melhor do que a média da bolsa”.

O gráfico abaixo mostra a performance do fundo, até o fechamento do dia 05 de setembro de 2019, em relação a outros setores da Bolsa e até mesmo ao Ibovespa. Quem decidiu, em setembro de 2017, investir individualmente em commodities, por exemplo, teve um retorno de 63,8%. O Ibovespa ficou em 42,2%. No entanto, o fundo Mauá Capital Ações FIC FIA teve um retorno de 74,2%.

maua_grafico

PUBLICIDADE

“Stock picking faz a diferença. O comprar em Bolsa precisa ser filtrado. Nem sempre comprar a ação que parece barata é a melhor estratégia. É preciso uma análise quantitativa e qualitativa das empresas”, comenta Ometto.

Esse respaldo de ter uma equipe técnica por trás, permite com que o fundo seja dinâmico. “Países emergentes, como o Brasil, são voláteis e ineficientes, mas sempre dão boas oportunidades de comprar empresas de qualidade a preços razoáveis”. Por isso, é preciso estar atento para não perdê-las. comenta o gestor.

Além da Bolsa estar relativamente barata em termos de múltiplos, conforme mostra o gráfico, a seleção criteriosa de ações faz com que a carteira do fundo Mauá Capital Ações FIC FIA apresente uma expectativa de crescimento de lucros bem acima da média da bolsa.

gráfico2

(Clique aqui para saber as cinco ações preferidas do gestor)

Fundo Mauá Ações FIC FIA

O Mauá Ações FIC FIA, desde que foi lançado, em setembro de 2017, acumula ganhos superiores a 74%, um alfa de 29,61% em relação ao Ibov. A expectativa é que o fundo tenha um retorno entre 30% e 32% nos próximos 12 meses.

A Mauá Capital é umas das principais gestoras do país e que atualmente administra R$ 6 bilhões em 3 classes de ativos: macro, real estate e ações.

PUBLICIDADE

Quer diversificar a sua carteira? Clique aqui e entre em contato com a Mauá Capital.

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.