Frango e ovo: preço pago por consumidor está acima do dobro do pago por produtor

Segundo levantamento da AviSite, no caso dos frangos, esta diferença é de 132,17%, e nos ovos, de 146%

Por  Flávia Furlan Nunes -

SÃO PAULO – Segundo o portal de avicultura AviSite, na semana passada, os preços que os consumidores pagaram por frangos diminuíram menos do que os pagos pelos produtores. Com isso, a diferença de valores pagos por ambos chegou a ser superior ao dobro (132,17%).

De acordo com levantamento realizado pelo site, enquanto o Procon-SP divulgou que o recuo no preço do frango foi de 2,20% para o consumidor paulistano, na semana encerrada em 24 de maio, a diminuição do preço da ave viva foi acima de 4% para o produtor, no mesmo período. O quilo do produto saiu por R$ 1,15 na granja e por R$ 2,67 no varejo.

Diferença é maior em ovos

No caso dos ovos, a diferença entre o preço pago pelo consumidor e pelo produtor chegou a 146% na semana passada. O produtor pagou R$ 1 pela dúzia e o consumidor, R$ 2,46.

Segundo dados do Procon-SP e da assessoria agropecuária Jox, houve aumento de 2,07% para o consumidor e diminuição de 3,19% para o produtor de ovos. Por isso, a diferença dos preços praticados foi maior.

Comparação com 2006

De acordo com o levantamento do site, a diferença de preços praticados na venda de ovos para consumidores e produtores (146%) é apenas 9,33 pontos percentuais superior à registrada em dezembro de 2006 (136,67%). Neste período, a dúzia do ovo estava a R$ 0,90 na granja e a R$ 2,13 no varejo.

Já no caso dos frangos, houve aumento de 81,35 pontos percentuais do diferencial de dezembro de 2006 (93,85%), quando o preço do quilo no varejo era de R$ 2,52 e na granja, R$ 1,30.

Compartilhe