Foex: em período de valorização, preço da celulose de fibra longa cai

Entre março e maio, paralisações no hemisfério norte elevam demanda acima da oferta, e pode haver um reajuste para cima

Por  Renato Rostás -

SÃO PAULO – Em um momento sazonalmente favorável ao reajuste para cima dos preços da celulose de fibra longa (NBSK), durante a semana finda nesta terça-feira (3), na verdade, esse segmento sofreu desvalorização, segundo dados da consultoria finlandesa Foex. A fibra curta (BHKP), por sua vez, voltou a observar alta.

Entre março e maio, o hemisfério norte aproveita para realizar paralisações em plantas da commodity. Na China, a oferta do NBSK já começa a se reduzir, e os produtores se mostram inclinados a aumentar seus preços. No entanto, estoques continuam altos, o que pode ter mitigado esse avanço, afirma a instituição.

Já na Europa, as vendas para o mercado doméstico conseguiram manter as entregas, em meio a dificuldades para achar contêineres a fim de exportar à Ásia. Com isso, o preço do mercado à vista voltou a se aproximar daquele fechado em contrato com as empresas.

Fibra curta
Mais uma vez a Foex cita o segmento BHKP como mais sólido. Os europeus lembram que alguns moinhos realizam manutenção, especialmente na Península Ibérica e na Noruega. Mas a China continua utilizando o insumo e deve voltar a precisar de novas importações, visto que tem fechado algumas de suas plantas, e a taxa de utilização da capacidade instalada encontra-se bem alta.

Confira a variação de preços da celulose na semana entre 4 e 10 de abril:

Tonelada de celuloseSemana até 03/04/2011Semana até 28/03/2012Variação
Fibra longa (Foex NBSK)US$ 840,74US$ 843,85-0,37%
Fibra curta (Foex BHKP)US$ 755,84US$ 752,61+0,43%
Compartilhe