Nota de crédito

Fitch reafirma rating BB- do Banco do Brasil, com perspectiva negativa

As mudanças "constantes" na alta administração do Banco do Brasil, segundo a Fitch, não devem afetar a estratégia de longo prazo do banco

A Fitch reafirmou nesta terça-feira, 8, o rating BB- do Banco do Brasil, com perspectiva negativa. Em comunicado, a agência de classificação de risco afirmou ter a visão de que a instituição financeira receberia apoio do governo, se necessário.

“Isso reflete a propriedade majoritária do governo federal, seu papel político fundamental, especialmente nos empréstimos rurais e na importância sistêmica”, afirmou a Fitch. No entanto, a agência destacou que as restrições impostas pelo ambiente operacional continuam desafiadoras.

As mudanças “constantes” na alta administração do Banco do Brasil, segundo a Fitch, não devem afetar a estratégia de longo prazo do banco porque a linha de atuação dos comitês foi mantida.

“Até agora, a Fitch não viu nenhum sinal de influência que pudesse indicar uma má gestão. No entanto, a agência monitorará continuamente a potencial interferência política no banco e seus efeitos”, ressaltou.

No dia 27 de maio, a Fitch também reafirmou o rating soberano BB- do Brasil, com perspectiva negativa.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.