FED ainda impõem pouca valorização no pre-market da Nasdaq

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O indicador do Nasdaq 100 apresenta forte oscilação nas negociações do pre-market hoje. O indicador operava em alta nesta quarta-feira, subindo 0,38%, às 9h13 de Nova York, quando o índice ganhava 10,15 pontos. O indicador é calculado pela Nasdaq utilizando-se das cotações no pre-market das 100 ações componentes do índice, pode ser usado como uma tendência a ser seguida na abertura do pregão regular. Entretanto com a pequena valorização a tendência poderá ser revertida até a abertura.

A atenção dos investidores está cada vez mais voltada ao comitê de política monetária do FED, que começou ontem e deve terminar com o anúncio hoje, por volta das 17h00 de Brasília, da sua decisão quanto à taxa de juros básica da economia norte-americana. A tendência dos mercados acionários é permanecer operando próximos à estabilidade até que a decisão do FED seja anunciada. A exemplo disso, ontem a Nasdaq fechou estável em relação ao dia anterior. O mercado espera um novo corte de 0,5 ponto percentual uma vez que a economia norte-americana intensifica os sinais de uma desaceleração brusca.

As ações que operam no pre-market da Nasdaq em alta são as da fabricante de semicondutores Altera (+8,66%), das empresas de software direcionadas ao B2B i2 Tecnologies (+1,69%) e Ariba (+1,62%), das fabricantes de equipamentos para telefonia Ericsson (+1,60%) e JDS Uniphase (+0,63%), da holding de investimentos em Internet CMGI (+1,37%); além dos papéis da Cisco (+1,32%), da empresa de conteúdo e serviços para Internet e telefonia InfoSpace (+1,11%) e do mega portal Yahoo! (+0,94%).

As ações da Amazon.com reverteram a tendência de queda no inicio do pregão estendido e operam em alta de 0,33%. A maior varejista online mundial, divulgou ontem após o fechamento regular do pregão resultado referente ao quarto trimestre de 2000, melhor que o esperado pelo mercado. A empresa apresentou prejuízo de US$ 0,25 por ação no período, contra um prejuízo esperado de US$ 0,26 por ação. Surpreendendo o mercado, a Amazon anunciou que pretende se tornar lucrativa no quarto trimestre de 2001, a primeira vez em que a empresa prediz uma data para atingir o ponto de equilíbrio.

Em contrapartida, estão em queda de 11,58% as ações da Adobe Systems. Os papéis da fabricante de software caem em resposta ao anúncio referente aos resultados, que a empresa fez ontem após o fechamento regular do pregão. A Adobe divulgou que deverá ter sua receita afetada pela desaceleração econômica dos EUA e pela redução dos gastos empresariais com tecnologia. Entretanto, a empresa declarou que pretende controlar severamente seus gastos para atingir a expectativa do mercado.

Também estão em queda a fabricante de software empresarial PeopleSoft (-6,00%), o portal para a comunidade latina StarMedia (-3,61%), a fabricante de semicondutores Applied Materials (-3,34%), RealNetworks (-2,33%), BMC Software (-2,24%) e Dell (-0,44%).

O Pre-Market funciona entre 8h00 e 9h30 de Nova York, e junto com o After Hours (que funciona entre 16h00 e 18h30) são os primeiros mercados a capturar a reação dos investidores a anúncios feitos pelas empresas após o fechamento regular da Nasdaq.

Compartilhe