Balança comercial

Exportações da China crescem 20,9% em dezembro na comparação anual

O comércio exterior chinês se beneficiou, no ano passado, de uma rápida recuperação dos choques de coronavírus de 2020

Por  Estadão Conteúdo -

As exportações da China cresceram 20,9% em dezembro, na comparação anual, informou nesta sexta-feira, 14, a Administração Geral das Alfândegas do país asiático. O resultado marcou uma desaceleração ante os 22,0% observados em novembro, mas ficou acima da previsão de 19,0% dos economistas consultados pelo The Wall Street Journal.

Em 2021, as exportações chinesas tiveram aumento de 29,9% em relação a 2020. O valor acumulado de US$ 3,36 trilhões superou o recorde de 2020, de US$ 2,6 trilhões.

As importações da China, por sua vez, aumentaram 19,5% em dezembro e encerraram 2021 com um crescimento de 30,1%, impulsionadas, em parte, pelo aumento dos preços das commodities. O dado mensal, porém, ficou abaixo dos 31,7% registrados em novembro e da previsão de 24,2% do mercado.

Ao apresentar saldo positivo de US$ 94,46 bilhões em dezembro, a balança comercial chinesa totalizou superávit de US$ 676,43 bilhões em 2021, acima de qualquer outro já registrado. O dado mensal também superou as expectativas dos economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que esperavam saldo de US$ 77 bilhões.

O comércio exterior da China se beneficiou, no ano passado, de uma rápida recuperação dos choques de coronavírus de 2020. As duras medidas de controle da Covid-19 do governo limitaram infecções locais e permitiram que fábricas e exportadores continuassem a produção e as operações, apesar das interrupções de curto prazo por novos surtos.

(Dow Jones Newswires)

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe