Novo cenário nos EUA

Expectativa por “onda azul” nos EUA eleva apostas de reflação e impulsiona ações de bancos e small caps americanas

Mercado reage à medida que um novo fluxo de recursos migra para apostas atreladas a mais estímulos econômicos

New York Stock Exchange nyse bolsa americana mercado ações wall street
(Getty Images)

(Bloomberg) — Apostas de reflação são retomadas com democratas perto de assumirem o controle do Senado dos Estados Unidos após as eleições de segundo turno da Geórgia.

Ações de empresas de pequena capitalização, ou small caps, e de bancos avançam enquanto a curva de juros se inclina, à medida que um novo fluxo de recursos migra para apostas atreladas a mais estímulos econômicos.

Os rendimentos dos títulos de 10 anos do Tesouro dos EUA ultrapassaram 1%, com indicadores de mercado das expectativas de inflação no maior nível em dois anos.

Wall Street está de olho nas eleições da Geórgia. As apostas de reflação contam com a vitória democrata para injetar mais apoio fiscal na economia dos EUA, devastada novamente pelo avanço de casos de coronavírus. Já empresas de tecnologia, que dominam índices ponderados por capitalização, ficam de fora do impulso do estímulo, depois de ganharem com a era “fique em casa” da pandemia.

“Agora, investidores vão tirar o pó do manual da onda azul”, disse em relatório Paul O’Connor, responsável por multiativos na Janus Henderson Investors, em referência à cor do Partido Democrata. Segundo ele, uma vitória dos “dos democratas deve elevar as expectativas de crescimento dos EUA, com consequências bastante óbvias para os rendimentos dos títulos.”

Na Geórgia, o democrata Raphael Warnock garantiu a vitória, informou a Associated Press na quarta-feira. Jon Ossoff mostra pequena vantagem sobre o oponente republicano, e uma margem estreita poderia levar a disputas nos tribunais e recontagem.

Se os democratas ficarem com ambos os assentos na Geórgia, ganharão o controle da Casa Branca e do Congresso, o que facilitaria a implementação da agenda com a vice-presidente eleita Kamala Harris, que tem poderes para desfazer qualquer empate de 50 a 50 no Senado.

Independentemente de considerar fatores quantitativos, classe de ativos ou setores de ações, apostas de risco guiam os mercados globais na quarta-feira.

No entanto, a presidência de Joe Biden pode trazer grandes mudanças para vencedores e perdedores do mercado acionário, o que levaria a negociações instáveis para investidores discricionários e quantitativos.

PUBLICIDADE

“Baixa inflação e rendimentos em queda sustentaram altos valuations no setor de tecnologia”, e os fatores para que essas tendências sejam revertidas em 2021 estão presentes, disse em relatório Eleanor Creagh, estrategista do Saxo Bank.

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!