Juros nos EUA

Ex-presidente do Fed de NY diz que alta dos juros nos EUA pode vir tarde

Dudley disse que quando o Fed tiver que recuperar o atraso, “o nível das taxas de curto prazo vai subir muito mais do que o que é atualmente precificado”

Por  Bloomberg -

(Bloomberg) — William Dudley, ex-presidente do Federal Reserve de Nova York, alertou que o banco central dos Estados Unidos provavelmente estará “atrasado” ao aumentar os juros quando começar a apertar a política monetária, embora tenha prometido ser paciente na remoção do estímulo à economia.

“Assim que começarem, no entanto, estarão atrasados e terão que recuperar”, disse Dudley na terça-feira em entrevista à Bloomberg Television.

Isso se deve à decisão do Fed de adiar deliberadamente o aumento dos juros até que os EUA alcancem o pleno emprego e a inflação ultrapasse a meta de 2% por algum tempo, segundo a nova estrutura de política monetária adotada no ano passado.

Dudley, que é colunista do Bloomberg Opinion, disse que quando o Fed realmente tiver que recuperar o atraso, “o nível das taxas de curto prazo vai subir muito mais do que o que é atualmente precificado nos mercados financeiros”.

Os rendimentos dos títulos de 10 anos do Tesouro dos EUA aumentaram este ano para cerca de 1,6%, mas permanecem baixos em relação aos padrões históricos.

Série gratuita ensina na prática como identificar ativos com excelente potencial de valorização. Clique aqui para se inscrever.

Compartilhe