Euro em alta com temores de desaquecimento nos EUA

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O euro apresenta forte alta nessa quarta-feira, atingindo sua maior cotação perante o dólar dos últimos quatro meses, influenciado pelos temores de desaquecimento brusco da economia norte-americana.
A moeda única européia vem recuperando, nos últimos meses, parte da perda que sofreu em relação ao dólar desde seu lançamento, em janeiro de 1999. Grande parte da desvalorização do euro se deve à maior procura de dólares por parte de investidores, buscando maiores rendimentos na economia dos EUA. Com a queda no preço das ações e os inúmeros profit warnings deste segundo semestre, principalmente no setor de tecnologia, investidores parecem mais céticos quanto ao rendimento dos ativos no país, voltando suas atenções novamente para a Europa.
Outro fator que contribui para a valorização do euro é a queda no rendimento dos títulos do Tesouro Norte-americano, adiantando uma queda na taxa básica de juros pelo FED. Na reunião de ontem, a autoridade monetária dos EUA já manifestou sua preocupação sobre o desaquecimento da economia, e é esperada uma redução dos juros básicos já em janeiro.

O euro apresentava alta de 1,28% às 15h05, negociado a US$ 0,9065 nos mercados internacionais.

Compartilhe