Guerra na Ucrânia

EUA e aliados da Otan prometem mais armas para a Ucrânia

“Não vamos deixar nada ficar no caminho de dar aos ucranianos o que eles precisam, e no que acreditamos que será eficiente”, disse Antony Blinken

Por  Reuters -

BRUXELAS (Reuters) – Os Estados Unidos irão enviar novos sistema de armamentos para a Ucrânia, afirmou o principal diplomata de Washington nesta quinta-feira, após ministros de Relações Exteriores da Otan concordarem em acelerar as entregas de armamentos em resposta à invasão russa.

Após um pedido do ministro de Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, para impedir atrasos causados por questões burocráticas, o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, disse que os EUA e outros 30 países estavam enviando armamentos para a Ucrânia e que o processo será intensificado.

“Não vamos deixar nada ficar no caminho de dar aos ucranianos o que eles precisam, e no que acreditamos que será eficiente”, disse Blinken.

Ele falou sobre “novos sistemas” que até agora não foram providenciados por aliados da Otan, mas se recusou a entrar em detalhes.

Diplomatas da Otan disseram que isso significa, em parte, ajudar a Ucrânia na transição de seu arsenal na era soviética para armas mais modernas.

Blinken disse que os Estados Unidos já concordaram em enviar a Kiev sistemas anti-aéreos, armamentos anti-tanques e veículos blindados.

Pedindo por aviões, mísseis anti-navais terrestres, veículos blindados e sistemas de defesa anti-aérea, Kuleba fez seu pedido a uma sessão especial na sede da Otan.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe