Economia

EUA: Casa Branca rejeita “plano B” dos republicanos para evitar abismo fiscal

Líder democrata do Senado disse que proposta dos republicanos não pode passar pelo Congresso

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O acordo para evitar o abismo fiscal parece deslizar nas diferenças entre os líderes políticos norte-americanos mais uma vez nesta terça-feira (18). O “plano B” dos republicanos não passou do primeiro dia e a Casa Branca já rejeitou a proposta anunciada pelo presidente da Câmara dos Estados Unidos, John Boehner. 

A proposta de Boehner encontrou uma represália imediata do líder democrata do Senado, Harry Reid, que disse que isso não pode passar pelo Congresso. O projeto de lei que Boehner está preparando visa aumentar o imposto para os cidadãos com renda acima de US$ 1 milhão. 

Boehner acreditava encontrar um equilíbrio com as propostas do presidente Barack Obama para chegar a um acordo para evitar o abismo fiscal. “Acredito que é muito importante tentar proteger todos os contribuintes norte-americanos”, disse para jornalistas estrangeiros.

Mas a Casa Branca rebateu e disse que o plano não pediu o suficiente de impostos para americanos mais ricos. Porém, na linha contrária, Boehner reforça: “não vamos encontrar um equilíbrio enquanto o presidente dos EUA pedir US$ 1,3 trilhão em receita e apenas US$ 930 bilhões em cortes nos próximos dez anos”.