Games

Estúdio da HBO levanta US$ 7 mi para novo jogo blockchain futurista

Até agora, o estúdio de jogos Neon arrecadou US$ 17,5 milhões para trazer o Shrapnel para a Avalanche

Por  CoinDesk -

Shrapnel, um jogo futurístico estilo shoot-em-up desenvolvido na blockchain da Avalanche (AVAX), completou uma venda de tokens de US$ 7 milhões que incluía participações da Dragonfly e Three Arrows Capital, além de investidores anjo, como Keith Nunziata, da Citadel Global Equities, e Jason Zhao, da Kleiner Perkins.

O Neon, estúdio que está desenvolvendo Shrapnel e que é um spin-off da HBO Interactive, arrecadou US$ 10,5 milhões em uma rodada semente em novembro, liderada pela Griffin Gaming Partners e a Polychain Capital.

Com a empolgação em volta das finanças descentralizadas (DeFi) diminuindo e o estabelecimento de tokens não fungíveis (NFTs) agora bem estabelecidos, o capital de risco está tendendo para o GameFi, onde jogadores geralmente ganham recompensas em criptomoeda e NFT ao completar tarefas e lutar contra outros jogadores.

Mas esse é apenas o começo do GameFi, que ainda tem muito o que aprender, indicando a necessidade de uma infraestrutura nova de tokenomics e uma interoperabilidade maior.

Leia também:

Mark Long, CEO do Shrapnel, já trabalhou em jogos famosos para plataformas como Sega Genesis e Playstation 4, para clientes que incluem Disney, Ubisoft e o exército americano, e disse que a primeira geração de play-to-earn está sofrendo de “uma forma particularmente abominável de arrendamento digital”, com baixos ganhadores em lugares como o Peru e as Filipinas se esforçando para criar retornos com personagens que eles não conseguem ter de fato.

Long também menciona o fiasco da Quartz, o salto apressado da Ubisoft no setor de NFTs, quando fala sobre moldar sua visão para a operação do Shrapnel, que, segundo ele, é a primeira produção de qualidade da Avalanche.

“Eu acho que o primeiro desenvolvedor que publicar uma oportunidade para jogadores fazerem um jogo, um jogo próprio competitivo, vai criar uma das próximas grandes franquias, e o Shrapnel é exatamente isso”, afirmou Long em uma entrevista. “É completamente desenvolvido ao redor da habilidade dos jogadores de modificar o jogo. Nós damos a eles o mesmo nível de ferramentas de desenvolvedores profissionais”.

Desenvolvedores introduziram a criatividade de metagames e no estilo Sandbox de maneiras diferentes: por exemplo, o Fortnite Creative, da Epic Games, usa livros-razão para acompanhar todo o conteúdo do jogo. Mas Long apontou que esse processo custa milhões de dólares e leva anos de desenvolvimento. “A blockchain é essencialmente gratuita”, disse. “É uma tecnologia que qualquer pessoa pode baixar e usar para cunhar”.

Shrapnel está utilizando a arquitetura das sub-redes e chains específicas para aplicativos que podem ser modificadas para se encaixar às necessidades e regras de um jogo. Segundo Ed Chang, diretor de jogos da Ava Labs, desenvolvedora da Avalanche, conseguir rodar uma blockchain na Avalanche remove muita dor de cabeça e reduz os riscos de segurança.

“Nós temos alguns desenvolvedores de jogos que veem isso quase como uma oportunidade de lançar o game”, declarou Chang em uma entrevista. “Se eles conseguirem adeptos na sub-rede significativos para o seu jogo, também podem atrair a implementação de outros games em sua sub-rede. Se outros jogos usam seu token, o valor e os atributos de governança são maiores”.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe