Equipamentos para assistir TV Digital em alta resolução custam caro

Conversor da Sony será vendido por R$ 999 e televisores Full HD variam entre R$ 6.999 e R$ 267 mil

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – A TV Digital estréia no Brasil exatamente daqui há um mês – no dia 2 de dezembro – mas poucas pessoas poderão assistir à programação em alta resolução, já que os atuais aparelhos não estão preparados para receber o sinal e precisarão de um decodificador.

O preço do conversor ainda não está definido, mas estimativas da Eletros (Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos) afirmam que custará entre R$ 600 e R$ 800, embora o ministério da Comunicação afirme que custará menos de R$ 200, para que o público de baixa renda também tenha acesso.

No entanto, a Sony – uma das primeiras a colocar um conversor no mercado – anunciou que, a partir de dezembro, venderá o Receptor HDTV Bravia para ser acoplado à TV LCD Bravia por R$ 999. A empresa afirmou que, caso a transmissão digital sofra atualizações no decorrer do período, o consumidor deverá levar o receptor a uma autorizada e atualizar o software, sem custo adicional.

Televisores

Também engana-se quem imagina que os aparelhos de plasma e LCD têm definição suficiente para exibir a transmissão digital. Apenas os aparelhos Full High Definition, com 1.080 linhas horizontais, mostrarão a imagem mais nítida possível.

De olho nas vendas de Natal, período em que, segundo a Sony, mais se vende TVs LCD, a empresa coloca no mercado três aparelhos da Série W, todos com a máxima resolução de imagens (1920 x 1080 linhas) para o sistema de transmissão digital. Com destaque para o S-Force, recurso de áudio que oferece ao usuário uma experiência de som surround usando apenas os dois alto-falantes do televisor, o preço sugerido da TV de 40 polegadas é de R$ 6.999, de 46 polegadas, R$ 9.999, e de 52 polegadas, R$ 12.999. Ambas necessitam do conversor.

Já a Panasonic aposta no tamanho e passa a vender a TV de 103 polegagas, a maior Full HD do mundo, com tela equivalente a um colchão Queen Size. Com qualidade de 1.080 linhas, o painel de Plasma 103″ possui um design arrojado, inteiramente na cor preta, linhas simples e sistema multi-PIP, permitindo a visualização de até 4 fontes de sinal simultaneamente. O preço sugerido de venda é R$ 269 mil e a empresa alerta para que os consumidores chequem as dimensões das portas, antes de adquirir o produto, que pesa 342 quilos e mede 2,4 metros X 1,8 metro.

Para os que buscam uma televisão um pouco menor, a mesma Panasonic oferece a primeira TV de tela fina do mercado com durabilidade de 100 mil h. A TH-65PZ750U – Full HD – é de plasma e possui 65 polegadas. Entre os destaques, estão as 3 conexões HDMI, sendo que uma delas é frontal, garantindo a conexão de equipamentos de alta definição com mais facilidade. O preço é estimado em R$ 24.900.

TV + Decodificador

Para facilitar a vida dos consumidores, a Samsung começa a vender no final desse mês a primeira TV LCD do mercado brasileiro equipada com decodificador de sinal digital integrado. Com 52 polegadas, o modelo está preparado para a recepção das transmissões digitais sem a utilização de outro aparelho adicional.

“O produto chega ao mercado nacional em novembro para atender prontamente a demanda a ser gerada com o início da transmissão digital”, afirma o vice-presidente Executivo da Samsung, José Roberto Campos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A Samsung está preparada para oferecer o que há de mais avançado em produtos para a TV Digital”, ressalta o diretor da área de eletrônicos de consumo da Samsung, Eduardo Mello. “No momento, estamos disponibilizando este modelo LCD de 52 polegadas, mas, certamente, na medida em que o mercado for amadurecendo, iremos expandir esta tecnologia também para os demais equipamentos da linha”, completa. O preço de venda do aparelho ainda não foi divulgado.

Compartilhe