Sinalizações em teleconferência

Equatorial (EQTL3) não vê retorno atraente nos próximos leilões de transmissão

Companhia destacou cenário para leilões em teleconferência pós-resultados, que foram vistos como positivos por analistas de mercado

Por  Augusto Diniz -

A Equatorial Energia (EQTL3) divulgou os resultados referentes ao quarto trimestre de 2021 na noite da véspera, com números que vieram sólidos, impulsionado pelo crescimento de volumes e melhor eficiência em custos, além de inadimplência abaixo do previsto.

As ações EQTL3 registraram ganhos nesta quinta-feira, fechando com ganhos de 1,48%, a R$ 27,50.

Em relatório pós-resultado, o Credit Suisse destacou que, apesar de ver pouco consenso sobre posicionamento de investidores no setor, enxerga que a Equatorial continua marcando território como uma das favoritas nas conversas com clientes, dado que oferece uma história de diversificação, crescimento e qualidade.

Em teleconferência, ao destacar oportunidades futuras, o CEO Augusto Miranda disse que a companhia está disposta a olhar os próximos leilões de transmissão.

“O que a gente não vai olhar é esses leilões aí que estão com retornos muito baixos – aí não faz sentido. Mas se ele tiver um retorno compatível e o conselho corroborar com isso… mas só se tiver retorno atrativo”, destacou o executivo.

Todos os ativos de transmissão da empresa estão operacionais hoje. Atualmente, a Equatorial Energia possui nove ativos na área em seis estados. De acordo com o balanço da empresa, a Receita Anual Permitida destes projetos totalizou mais de R$ 1,2 bilhão em 2021.

Saneamento também é dúvida de participação em leilão

Sobre atuação na área de saneamento, onde a Equatorial iniciou a sua primeira operação (ainda de forma assistida) no setor em dezembro do ano passado, na CSA (Companhia de Saneamento do Amapá), Leonardo Lucas, CFO da empresa, disse que a regulação de saneamento anda diferente da regulação de energia.

“A gente vê o setor de energia mais amadurecido. A gente acha melhor, nesse estágio que se encontra a regulação, ao que pese os esforços de melhoria como o marco (de saneamento), possuir ativos similares ao que foi o leilão do Amapá”, afirma.

No Amapá, a Equatorial iniciou em novembro a operação da distribuidora CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá), também vencida em leilão. O mercado vê a empresa capaz de desenvolver sinergia entre ambos os ativos de saneamento e de energia, que seria um ponto estratégico importante.

Parcelamento para evitar inadimplência

Miranda apontou ainda que o reajuste tarifário inevitável esse ano exigirá “inteligência” para evitar a inadimplência.

Desde o 4T20 a empresa vem se recuperando da alta inadimplência verificada no primeiro ano da pandemia. Diversas ações foram tomadas para a adimplência de faturas dos consumidores nas seis distribuidoras da empresa, sendo cinco na região Norte-Nordeste.

“Às vezes, o cliente tem o dinheiro contado. Isso é uma realidade presente no Norte-Nordeste. Você tem que ajustar para uma parcela adequada”, explica. Uma medida que vem sendo tomada, por conta do aumento da energia, é parcelar o valor cobrado. Ele disse “esperar que, mesmo com as dificuldades à vista”, consiga manter os níveis de recebimento do consumidor pelo uso do serviço.

Com aquisição da Echoenergia concluída, foco agora é no plano de negócios

Miranda afirmou que a companhia está focada na execução do plano de negócios, incluindo a integração e alinhamento estratégico da atividade de comercialização combinado com pipeline da recém-adquirida Echoenergia.

No último dia 3, foi concluída a compra de 100% das ações da Echoenergia pela empresa por um valor de R$ 7 bilhões.

A Echoenergia desenvolve, implementa e opera projetos de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis. A empresa opera atualmente 10 parques de geração eólica que, juntos, somam 1.2 GW em capacidade instalada. A Echoenergia também tem projetos em desenvolvimento focados em energia solar, que envolvem mais 1.2 GW de capacidade.

A Equatorial informou que os resultados da Echoenergia passarão a ser consolidados no resultado da companhia a partir do balanço do 1T22.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe