Dólar

Entradas de dólares superam saída em US$ 16,1 bilhões no ano até o dia 5 de junho

No comércio exterior, o saldo anual até a mesma data ficou positivo em US$ 7,629 bilhões, com importações de US$ 72,596 bilhões e exportações de US$ 80,225 bilhões

Aprenda a investir na bolsa

O fluxo cambial acumulado do ano segue positivo e subiu ligeiramente para US$ 16,176 bilhões na primeira semana de junho. Em igual período de 2014, o fluxo estava positivo em US$ 5,762 bilhões. Até o encerramento de maio, o resultado do ano era positivo em 15,794 bilhões, de acordo com dados do Banco Central

O saldo acumulado de 2015 até 5 de junho é resultado de entradas líquidas de US$ 8,547 bilhões da área financeira, que reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. Neste segmento foram registrados ingressos de US$ 245,421 bilhões e envios de US$ 236,875 bilhões no período.

No comércio exterior, o saldo anual até a mesma data ficou positivo em US$ 7,629 bilhões, com importações de US$ 72,596 bilhões e exportações de US$ 80,225 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 16,426 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 18,128 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 45,672 bilhões em outras operações.

Aprenda a investir na bolsa

Semana

No período de 1 a 5 de junho, as entradas de recursos superaram levemente as saídas em US$ 382 milhões, após um fluxo negativo de US$ 2,077 bilhões em maio.

Nas operações financeiras, houve resultado negativo no período com envios de US$ 371 milhões na primeira semana deste mês, já descontados os ingressos. Chegaram ao País por esse canal US$ 7,549 bilhões, enquanto US$ 7,919 bilhões deixaram o território nacional.

O comércio exterior é que ajudou a levar o saldo para o terreno positivo, ao registrar a conta no azul em US$ 752 milhões nos primeiros dias úteis de junho, com importações de US$ 2,329 bilhões e exportações de US$ 3,081 bilhões. Nas exportações, estão contabilizados US$ 477 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 879 milhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 1,724 bilhão em outras operações.