Conteúdo Patrocinado
Oferecido por Icatu Seguros

Entenda por que o seguro de vida é considerado investimento

Saiba também qual percentual do seu ganho deve ser destinado a esse tipo de aplicação, segundo Daniela Bastos, diretora da Icatu Seguros

Cada família tem uma necessidade distinta. Algumas já acumularam patrimônio, outras ainda não. No entanto, todas têm algo em comum. O seguro de vida é uma forma de proteção de patrimônio e de renda para o contratante e a sua respectiva família. Outro ponto importante é que ele não é apenas utilizado em casos de morte. Cerca de 25% das coberturas são para uso em vida, como por exemplo o diagnóstico de doenças graves. Confira essa e outras análises da especialista no tema, Luciana Bastos, diretora da Icatu Seguros, no vídeo a seguir.

 

PUBLICIDADE

Invista para aproveitar melhor a vida: abra uma conta gratuita na XP.

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.