Forte desempenho

Entenda por que o escoamento em um porto no Paraná deve saltar mais de 75%

Porto do Paranaguá teve recorde histórico no primeiro trimestre, e bom desempenho deve se manter nos próximos meses

arrow_forwardMais sobre

Entre junho e agosto deste ano, o escoamento da safra agrícola deve ser 76% maior do que no mesmo período de 2016. A previsão é da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) a partir de uma estimativa feita junto aos terminais que movimentam grãos para a exportação no porto. São esperadas 2,97 milhões de toneladas de cargas para o período – de julho a agosto do ano passado foram escoadas 1,69 milhões de toneladas.

Soja irá puxar as exportações pelo terminal / (Foto: Appa)

Segundo a estimativa, são esperadas 1,1 milhão de toneladas de soja, 650 mil toneladas de farelo de soja e 1,2 milhão de toneladas de milho. “A diferença de um ano para o outro se dá, principalmente, na escolha do produtor em voltar a exportar o milho, que tem se recuperado no mercado internacional”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

A colheita da safra de verão 2016/17 no Paraná encerrou neste mês com 25 milhões de toneladas colhidas, 23% a mais que a anterior. O Porto de Paranaguá é responsável praticamente pela exportação de todo o volume da produção local.

No primeiro trimestre, o Porto de Paranaguá bateu recorde histórico de movimentação, com 11,67 milhões de toneladas de janeiro a março. Manteve ainda um volume de operações no mesmo patamar do ano passado no segundo trimestre, quando o volume de cargas operadas foi de 13 milhões de toneladas.