Peças usadas

Enjoei (ENJU3) amplia em 56% prejuízo no 4º trimestre; GMV cresce em todas as métricas

No acumulado do ano, o prejuízo ajustado saltou de R$ 34,483 milhões em 2020 para R$ 118,785 milhões em 2021, alta de 244,5%

Por  Fernando Lopes

A Enjoei (ENJU3) reportou prejuízo de R$ 33,714 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa 56,7% a mais que prejuízo aferido no 4T20, de R$ 21,512 milhões.

No acumulado do ano, o prejuízo ajustado saltou de R$ 34,483 milhões em 2020 para R$ 118,785 milhões em 2021, uma alta expressiva de 244,5%.

O prejuízo operacional antes do resultado financeiro ficou em R$ 40,501 milhões, contra prejuízo de R$ 22,324 milhões do trimestre do ano anterior, uma alta de 81,4%.

O Ebitda negativo cresceu 80,4% no último trimestre do ano passado, para R$ 37,026 milhões, contra os R$ 20,521 milhões do 4T20; enquanto o Ebitda negativo ajustado piorou 246,5% no 4T21, para R$ 31,118 milhões, contra os R$ 8,981 milhões do 4T20.

No acumulado do ano, o Ebitda negativo saltou 396,1%, de R$ 25,115 milhões em 2020 para R$ 124,594 milhões em 2021. O Ebitda negativo ajustado cresceu ainda mais: 489,0% em 2021, para R$ 79,960 milhões, contra R$ 13,575 milhões de 2020.

A empresa afirma que o resultado reflete os maiores investimentos em marketing realizados no trimestre. O ajuste no Ebitda se dá pelo plano de remuneração em ações, de R$ 7,3 milhões no 4T21 e de R$ 11,54 milhões no 4T20; além de despesas não recorrentes, referentes à baixa do ativo imobilizado devido às obras no escritório em Barueri.

A receita líquida, entretanto, avançou 13,8%, para R$ 29,542 milhões no 4T21, ante os R$ 25,968 milhões do 4T20.
“O menor ritmo de crescimento anual da receita líquida em relação ao Gross Billings, que avançou 24% no comparativo anual, reflete os maiores níveis de incentivos oferecidos no período, os quais representaram 34,0% do Gross Billings no 4T21 versus 24,7% no 4T20”, diz a Enjoei.

Mais sobre o balanço da Enjoei (ENJU3)

“É importante ressaltar”, segue a empresa, “que o avanço do volume de incentivos oferecidos em 2021 se trata de um dos componentes de investimento em aquisição de usuários, aceleração de GMV e aumento de liquidez na plataforma, executados de maneira combinada com os investimentos em marketing e revisão do modelo de comissionamento ao longo deste período. Com isso, a companhia foi capaz de manter o forte ritmo de crescimento da plataforma em 2021, mesmo diante de um cenário macroeconômico mais desafiador e ambiente mais competitivo por aquisição de usuários.”

No acumulado de 2021, a receita líquida ajustada chegou a R$ 106,140 milhões, alta de 32,4% na comparação com 2020.

A Enjoei ainda reportou aumento de 26% no número de compradores ativos, para 995 mil em 2021, contra 791 mil em 2020. No 4T21, foram 190 mil, queda de 9,3% em relação ao mesmo trimestre de 2020 e alta de 14% em relação aos 166 mil do 3T21.

Com relação ao GMV, a Enjoei fechou o ano de 2021 acumulando R$ 826 milhões, crescendo 67% em relação ao ano de 2020. No 4T21, o GMV foi de R$ 251 milhões, uma alta de 55% na base anual, e de 26% na comparação com o 3T21.

O crescimento do 4T21 foi impulsionado principalmente pela retomada dos investimentos em branding, com veiculação da nova campanha em TV e OOH e bom desempenho na Black Friday. “Além disso, também observamos aumento de GMV por usuário, provocado por aumento de transações por usuário e crescimento de ticket médio”, ressalta.

O Custo do Serviço Prestado (CSP) atingiu R$ 21,8 milhões no 4T21, contra R$19,2 milhões no mesmo período do ano anterior, uma alta de 13,2%, e R$ 18,8 milhões no 3T21, alta de 15,9%.

“Em relação ao GMV, é possível observar ganhos de eficiência do CSP, com a redução sequencial desse indicador, saindo de 11,9% no 4T20, para 8,7% no 4T21”, diz a empresa.

Os custos com Frete e Logística representaram 7,1% do GMV no trimestre, ficando 2,3 p.p. abaixo do 4T20 e 0,7p.p. abaixo do 3T21, “refletindo a diluição do frete com aumento do ticket médio por transação e redução do custo médio de transporte com a maior diversificação entre os parceiros logísticos”.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe