Energia

Eneva (ENEV3) vê despacho de térmicas menor que o previsto, diz CEO

A companhia realiza nesta terça-feira o seu EnevaDay, onde apresentará suas estratégias para o horizonte até 2030.

Por  Reuters -

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Eneva (ENEV3) prevê um volume inferior de despacho termelétrico para o primeiro semestre, em relação à expectativa anterior, após grande volume de chuvas em reservatórios ter aliviado a crise hídrica pela qual passou o Brasil em 2021, disse à Reuters o presidente Pedro Zinner.

A empresa passou 2021 com quase 100% das térmicas despachadas, pontuou o executivo, ao explicar que neste ano a previsão é que não será igual.

Em outubro e novembro do ano passado, a expectativa era de que haveria mais térmicas despachando no primeiro semestre deste ano, e o cenário visto atualmente é diferente, disse o executivo, evitando detalhar números.

“A gente hoje vislumbra um despacho menor que o previsto anteriormente”, afirmou Zinner.

No terceiro trimestre, a Eneva teve seu melhor resultado para o período com o impulso de maior despacho de suas térmicas.

O executivo pontuou, no entanto, que o segundo semestre poderá haver mais demanda por térmicas e que outros fatores, além das chuvas, também influenciam a demanda pelas usinas, como o avanço do PIB.

“Se o PIB aumentar, passa a ter mais despacho.”

A companhia realiza nesta terça-feira o seu EnevaDay, onde apresentará suas estratégias para o horizonte até 2030.

Zinner destacou na entrevista que a empresa planeja se consolidar cada vez mais como um agente integrado de energia.

Em dezembro, a Eneva anunciou um acordo para incorporação da Focus Energia, em movimento que marcou a diversificação para o segmento de geração renovável e comercialização da empresa que tinha até então foco em térmicas a gás.

“A gente continua acreditando que o gás vai exercer papel muito importante”, disse o presidente, explicando que o insumo permitirá substituir outras fontes de energia mais poluentes. Mas ele frisou que a empresa também investirá no desenvolvimento de um portfólio de energias renováveis.

Com a Focus Energia, a companhia passa a ter acesso a uma carteira diversificada de clientes que contratam energia no mercado livre, além de um novo portfólio de projetos, que somam 3,7 GWp de potência instalada, incluindo empreendimentos solares e hídricos.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe