Indicador

Encomendas à indústria alemã saltam 3,9% e superam expectativas

Avanço visto em outubro reflete a forte demanda internacional, especialmente, de fora da zona do euro

arrow_forwardMais sobre
German flag , closeup

BERLIM – As encomendas à indústria da Alemanha subiram bem mais que o esperado em outubro devido a uma forte demanda internacional, especialmente de fora da zona do euro, mostraram nesta quinta-feira (6) dados do Ministério da Economia, dando alguma esperança de que a maior economia da Europa pode evitar uma recessão.

As encomendas, ajustadas sazonalmente e por preços, subiram 3,9% no mês, o maior aumento desde janeiro do ano passado. Esse resultado veio bem acima da previsão em pesquisa da Reuters, em que economistas consultados esperavam que os contratos subissem 0,9% no mês.

As encomendas domésticas avançaram 0,4%, guiadas por um aumento de 4,5% nos bens de capital, e os pedidos internacionais cresceram 6,7%.

“O forte aumento nas encomendas em outubro alivia a tendência negativa na demanda por bens industriais notavelmente”, afirmou o Ministério da Economia em comunicado, acrescentando, no entanto, que as empresas domésticas ainda estavam evitando fazer novas encomendas.

“O ambiente econômico continua fraco. A produção industrial deve ficar reprimida nos próximos meses”, afirmou o Ministério.

Dados recentes sugeriram que a resistência da Alemanha até agora à crise da dívida da zona do euro está diminuindo, com o crescimento econômico desacelerando para 0,2% no terceiro trimestre. Economistas esperam que a economia alemã contraia no quarto trimestre, mas melhore logo no primeiro trimestre de 2013.