Eleições

Empatada nas pesquisas, Marina lidera com folga as “eleições do Facebook”

Últimas pesquisas eleitorais mostram Marina e Dilma praticamente empatadas, mas nas redes sociais a corrida não está tão equilibrada assim; no Twitter a "vitória" é da petista

SÃO PAULO – Após disparar nas pesquisas, as últimas semanas foram bem negativas para Marina Silva (PSB), que não sou parou de crescer nas intenções de voto, mas agora começa a ter um leve recuo. Mas se depender dos fãs no Facebook, a pessebista não tem muito com o que se preocupar, já que na rede social ela lidera com facilidade o número de “likes” em relação aos seus principais adversários.

Marina atingiu ontem a marca de 2 milhões de “curtirs”, chegando a quase o dobro de Dilma Rousseff (PT), que tem 1,163 milhão. Na rede social, Aécio Neves possui mais curtidas que a petista, com 1,423 milhão. Na rede de Mark Zuckerberg Eduardo Campos, que faleceu em um acidente aéreo no dia 13 de agosto, tem quase o mesmo número de curtidas de Marina, chegando a 1,862 milhão.

Entre os candidatos “nanicos”, o Pastor Everaldo (PSC) é quem tem mais “likes”, com 306 mil, seguido de Luciana Genro (PSOL), com 193 mil, contra 60 mil e 22 mil de Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB), respectivamente. Já quando o assunto são os partidos, o PT lidera com 425 mil “likes”, seguido pelo PSDB, com 294 mil, e o PSB, com 137 mil.

Por outro lado, no Twitter, a liderança é de Dilma Rousseff, com facilidade. A petista tem 2,8 milhões de seguidores, enquanto Marina Silva – segunda colocada – tem 988 mil. Nesta rede social, Aécio Neves fica bem atrás das duas, com apenas 90,5 mil seguidores, não muito na frente de Eduardo Jorge, que tem 56,7 mil seguidores. No Twitter, Luciana Genro tem 43,3 mil, enquanto Levy Fidelix tem cerca de 8 mil seguidores, mesmo número do Pastor Everaldo.

Na última semana, um levantamento da consultoria Social Bakers, em parceria com o Facebook, considerando as interações no Facebook, a candidata à presidência do PSB lidera as menções, seguida de Dilma e Aécio. Nos últimos trinta dias, a página de Marina conquistou cerca de 1 milhão de fãs, enquanto Aécio Neves adicionou 260 mil novos fãs. Já Dilma Rousseff viu, no mesmo período, uma alta de 200 mil novos fãs.

“O que vemos constantemente no Facebook é que as pessoas gostam de falar sobre eleições. E o Brasil não difere dessa tendência. O número de interações mostra que os brasileiros no Facebook estão interagindo bastante uns com os outros e também com os candidatos, o que consolida as eleições de 2014 como as verdadeiras eleições sociais”, destaca Katie Harbath, líder global no uso do Facebook para campanhas políticas.

De acordo com o levantamento, atualmente, 3 em cada 5 eleitores estão no Facebook. Todos os meses 89 milhões de brasileiros acessam a rede.