Índice em queda

Em dólar, Ibovespa tem pior patamar desde antes do impeachment de Dilma

A máxima histórica já verificada foi em maio de 2008

arrow_forwardMais sobre
Desempenho do ibovespa em dólar (Bloomberg)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mesmo com a alta do Ibovespa e queda do dólar nesta sexta-feira (13), o principal índice da bolsa brasileira ainda está em seu pior patamar desde 2016 em dólar.

O Ibovespa em moeda americana era negociado a 15.842 pontos no início da tarde. A última vez que o índice esteve neste patamar foi em julho de 2016.

Na época, as tensões internacionais se escalavam com a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia. No cenário interno, a crise econômica ainda assolava o país e no cenário político a presidente Dilma Rousseff estava afastada por conta do processo que levaria ao seu impeachment, concluído em agosto.

Aprenda a investir na bolsa

O auge de mau humor do mercado em 2016, no entanto, aconteceu em janeiro de 2016, antes do afastamento da presidente.

O patamar mais alto do Ibovespa em dólar desde então aconteceu em no início de janeiro deste ano, quando o índice chegou a 29.121 pontos.

A máxima histórica já verificada foi em 19 de maio de 2008, quando o Ibovespa atingiu 44.616 pontos na moeda americana.

Em 2020, até 4 de março (dado mais recente disponível na B3), os investidores estrangeiros sacaram R$ 44,8 bilhões do segmento secundário (ações já listadas na bolsa).

O valor já é superior a saída de todo o ano de 2019, de R$ 44,5 bilhões  — o recorde histórico.