Em 20 dias, governo deverá apresentar medidas de redução de impostos

Segundo Ministro da Fazenda, as empresas que deverão ser contempladas com a medida são as que geram mais empregos

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – O governo federal deverá apresentar nos próximos 20 dias uma série de medidas que visam reduzir impostos sobre a contratação de empregados para algumas empresas.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou, na última sexta-feira (04), que as empresas que deverão ser contempladas com a medida são as que geram mais empregos: têxteis, confecções, calçados, móveis e construção civil, segundo veiculou a Agência Brasil.

Redução de custos

Com a valorização do real frente ao dólar, torna-se necessário implantar novas medidas que melhorem as condições de competitividade das indústrias manufatureiras que fazem uso intensivo de mão-de-obra.

Uma das medidas que deverá auxiliar esta competitividade poderá ser sentida com a implantação do Supersimples, a partir de 1º de julho.

Com isso, as micro e pequenas empresas poderão se beneficiar com a desoneração das receitas externas provindas das contribuições para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Programa de Integração Social (PIS) e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS).

Além de ocorrer beneficio, esta alternativa deverá facilitar a recuperação de posição nas exportações para as empresas.

Compartilhe