Novela renova temporada

Elon Musk diz que acordo com Twitter (TWTR34) pode avançar

Condição é empresa fornecer prova de contas reais

Por  Reuters -

Elon Musk disse que, se o Twitter (TWTR34) puder fornecer seu método de amostragem de 100 contas e como confirmou que as contas são reais, o acordo para comprar a empresa por US$ 44 bilhões deve prosseguir nos termos originais.

“No entanto, se os registros da SEC (órgão que regula o mercado de capitais nos EUA) forem materialmente falsos, então não deve”, escreveu Musk no Twitter no início deste sábado (6).

Em resposta a um usuário do Twitter perguntando se a Securities and Exchange Commission (SEC) estava investigando “alegações duvidosas” da empresa, Musk escreveu: “Boa pergunta, por que não estão?”.

O Twitter se recusou a comentar o tuíte quando contatado pela Reuters.

O Twitter rejeitou na quinta-feira a alegação de Musk de que o bilionário foi enganado para assinar o acordo para comprar a empresa de mídia social, dizendo que ela era “implausível e contrária aos fatos”.

“De acordo com Musk, ele – o bilionário fundador de várias empresas, assessorado por banqueiros e advogados de Wall Street – foi enganado pelo Twitter para assinar um acordo de fusão de US$ 44 bilhões. Essa história é tão implausível e contrária aos fatos quanto parece”, diz o documento divulgado pelo Twitter na quinta-feira (3).

*Com informações da Agência Brasil

Veja também:

Elon Musk apresentou resposta formal ao processo do Twitter contra ele

 

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe