Desestatização no radar

Eletrobras diz que foi incluída no Programa Nacional de Desestatização e no PPI

O governo afirma que empreendimentos do PPI têm prioridade, o que favorece medidas da própria administração para viabilização dos projetos nele incluídos

(Eletrobras)

SÃO PAULO, 16 Mar (Reuters) – A Eletrobras (ELET3;ELET6) foi informada pelo governo nesta terça-feira sobre sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização (PND), disse a companhia em comunicado.

A medida, parte dos planos do presidente Jair Bolsonaro de privatizar a empresa, foi aprovada em reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), acrescentou.

A reunião do CPPI que decidiu pela inclusão da Eletrobras no PND, mais cedo nesta terça-feira, contou com a presença do próprio Bolsonaro e outros membros do governo.

A reunião também aprovou a qualificação da privatização da Eletrobras para o PPI, acrescentou a companhia.

O governo afirma que empreendimentos do PPI têm prioridade, o que favorece medidas da própria administração pública para viabilização dos projetos nele incluídos.

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.