Consensus 2022

Edward Snowden diz que usa criptomoedas, mas não investe nelas

Snowden também descreveu a maioria dos signatários de uma recente carta anti-cripto em Washington como “trolls públicos prolíficos”

Por  CoinDesk

Edward Snowden, ativista e presidente da Freedom of the Press Foundation, vê mais valor nas criptomoedas em seu uso, dizendo que não incentiva as pessoas a colocarem seu dinheiro em criptomoedas como investimento.

Aparecendo virtualmente na conferência Consensus 2022 em Austin, Texas, Snowden, que vazou informações sobre a vigilância de cidadãos pela Agência de Segurança Nacional (NSA) em 2013, disse: “Eu tenho Bitcoin (BTC) para usá-lo. Em 2013, Bitcoin era como eu costumava pagar pelos servidores usando um pseudônimo”.

“Geralmente não encorajo as pessoas a colocarem seu dinheiro em criptomoedas como tecnologia e é isso que me distancia de muitas pessoas da comunidade”, acrescentou.

Snowden também defendeu a indústria de criptomoedas diante das críticas recentes de um grupo de especialistas em tecnologia que criticaram em uma carta os ativos digitais e a tecnologia blockchain para combater os esforços de lobby da indústria no início deste mês.

Snowden disse acreditar que os signatários estavam deliberadamente entendendo mal a indústria de criptomoedas, reciclando vários dos mesmos argumentos que foram feitos repetidamente no passado.

“A carta é um argumento para o status quo“, disse Snowden. “Existem muitas maneiras de abordar todas as suas preocupações. Todas as pessoas que assinaram poderiam entender esta indústria. Eles certamente deveriam”.

Snowden expressou admiração pelo professor de Harvard Bruce Schneier, um dos principais signatários da carta, por seu trabalho em criptografia. No entanto, ele descreveu muitos dos co-signatários de Schneier como “trolls públicos prolíficos”.

Progresso da privacidade

Abordando o estado atual da privacidade na internet, Snowden acredita que houve um grande progresso na criptografia do conteúdo de nossas comunicações.

No entanto, ele sente que as preocupações permanecem com os metadados – os registros de atividades que mostram que as comunicações ocorreram.

“Pense nisso como um carro dirigindo pela estrada”, disse Snowden. “Você não pode ver quem são os passageiros, mas ainda pode ver de onde a van saiu, onde acabou, quanto tempo levou – esse tipo de coisa”, disse ele.

“Precisamos garantir que ninguém possa observar esse nível”, Snowden argumentou. “Precisamos fazer mais transações semelhantes, para que todos estejam dirigindo o mesmo tipo de vans e se percam na multidão”.

Snowden foi acusado pelos EUA de espionagem e recebeu asilo na Rússia após seu vazamento em 2013. Ele recebeu direitos de residência permanente lá em 2020.

Questionado sobre seus pensamentos sobre a guerra na Ucrânia, Snowden foi direto ao dizer que desejava que isso não tivesse acontecido e espera que termine o mais rápido possível.

“Eu não falei sobre a crise na Ucrânia em profundidade porque eu sei que meus comentários não serão cobertos adequadamente. Eles não vão cobrir o contexto”, disse ele.

Ele acrescentou que está escrevendo sobre a guerra e publicará seu trabalho eventualmente.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe