Financiamento

Ecorodovias (ECOR3) obtém linha de crédito de R$ 4,2 bi para financiar Ecovias do Araguaia

Recursos atendem as necessidades de financiamento previstas e são consistentes com o objetivo de redução do custo de capital, diz CEO

Por  Felipe Moreira

A EcoRodovias (ECOR3) informou nesta segunda-feira (18) que sua controlada Ecovias do Araguaia obteve linhas de crédito de longo prazo junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco da Amazônia (BASA), no valor total de R$ 4,2 bilhões e com prazo de vencimento em setembro de 2051. As linhas de crédito são compostas por:

(i) Debêntures incentivadas, estruturadas pelo BNDES, integralmente liquidadas em 14 de julho de 2022, no valor de R$ 600 milhões, ao custo de IPCA+6,66% a.a. e com prazo de vencimento em julho de 2051;

(ii) Financiamento BNDES, a ser desembolsado conforme cronograma de execução das obras, no valor total de R$ 3,16 bilhões, ao custo de IPCA+7,70% a.a. e com prazo de vencimento em setembro de 2051; e

(iii) Financiamento BASA, a ser desembolsado conforme cronograma de execução das obras, no valor total de R$461 milhões, ao custo de IPCA+2,51% a.a. e com prazo de vencimento em julho de 2046.

Segundo Marcello Guidotti, CEO da EcoRodovias, os recursos atendem as necessidades de financiamento previstas para a Ecovias do Araguaia e são consistentes com o objetivo de redução do custo de capital. “Combinado com a geração de caixa operacional esperada, asseguram que os recursos necessários para a realização dos investimentos da Concessionária estarão disponíveis conforme necessidade pelos próximos 10 anos”, acrescentou.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe