Mudança de comando

Ecorodovias (ECOR3) destitui presidente menos de dois meses após ser eleito; ação cai 6%

O executivo Marcello Guidotti foi escolhido para ocupar interinamente o cargo

Por  Equipe InfoMoney -

A operadora de concessões de infraestrutura Ecorodovias (ECOR3) informou nesta quinta-feira que seu conselho de administração aprovou a destituição de Gianfranco Catrini do cargo de presidente-executivo da companhia.

A empresa não deu mais detalhes sobre a saída de Catrini, que fora eleito pelo conselho para a posição em 9 dezembro de 2021.

O executivo Marcello Guidotti foi escolhido para ocupar interinamente o cargo, o qual acumulará junto com sua posição atual de diretor executivo de finanças e de relações com investidores, segundo fato relevante ao mercado.

O executivo terá “mandato unificado até 29 de abril de 2023 ou até a eleição da nova diretoria”, disse a empresa.

A ação ECOR3 fechou em queda de 6,38%, a R$ 7,19.

Para o Credit Suisse, a mudança no comando da Ecorodovias é negativa.

Já o Bradesco BBI aponta que Marcello Guidotti está bem preparado para ser confirmado como CEO definitivo da Ecorodovias. Ele atua como CFO da Ecorodovias desde 2005, acumulando ampla experiência no setor de infraestrutura brasileiro. “A confirmação de seu nome em abril de 2023 sinalizaria a continuidade do crescimento e da estratégia financeira da Ecorodovias”, avaliam os analistas, que mantêm recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) para a Ecorodovias, com preço-alvo para 2022 de R$15,00.

(com Reuters)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe