EcoRodovias é declarada vencedora da concessão Ayrton Senna/Carvalho Pinto

Após a Triunfo perder o direito sobre o trecho, Primav EcoRodovias aguarda convocação para assinatura do contrato

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Primav EcoRodovias comunicou ao mercado nesta quarta-feira (20) que ela foi declarada vencedora da concessão rodoviária do complexo Ayrton Senna/Carvalho Pinto, segundo publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

O direito de concessão foi dado à Primav após a Triunfo perder o direito de ser a detentora do complexo rodoviário, devido ao prazo necessário para entrega de documentos ter expirado. Agora, a nova vencedora apenas aguarda a adjudicação da concessão e convocação para assinatura do contrato.

Impasse da Triunfo

Em nota emitida na véspera, a Triunfo comunicou que teve seu pedido de ampliação do prazo para entrega de documentos recusado, e com isso a Artesp (Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo) manteve declarada a decadência do direito da companhia assinar o contrato.

Aprenda a investir na bolsa

A companhia, que venceu o leilão da rodovia no dia 6 de janeiro, foi convocada no dia 19 de fevereiro para realizar a assinatura dos papéis e entrega de alguns documentos, com um prazo de trinta dias para isso.

Após a expiração do prazo, a Triunfo alegou que a emissão do documento pendente “foi prejudicada por circunstâncias não gerenciáveis pela Triunfo, conforme reportado ao poder concedente, suficientes para justificar a prorrogação pretendida”. No entanto, tal pedido foi recusado e a ela foi declarada a decadência do direito de assinar o contrato.