Wall Street

Dow Jones sobe “apenas” 2,4%, após perder quase mil pontos na reta final com risco de atraso em pacote

Apesar da perda de força, o Dow Jones e S&P 500 tiveram a primeira sequência de duas altas desde fevereiro

SÃO PAULO – Tudo caminhava para mais uma dia de fortes ganhos nas bolsas americanas, com o Dow Jones saltando cerca de 6%.

Mas faltando meno de 20 minutos para o fechamento, o índice perdeu cerca de mil pontos com a notícia de uma disputa entre Bernie Sanders e alguns senadores republicanos sobre o plano de estímulos proposto no Congresso.

Neste cenário, o Dow Jones fechou esta quarta-feira (25) com alta de 2,39% – após saltar 11% na véspera em seu melhor pregão, em pontos, da história. Enquanto isso, o índice S&P 500 avançou 1,15%, ao passo que o Nasdaq encerrou o pregão com queda de 0,45%.

PUBLICIDADE

Apesar da perda de força, o Dow Jones e S&P 500 tiveram a primeira sequência de duas altas desde fevereiro.

De acordo com a CNBC, o pacote de US$ 2 trilhões para combater o novo coronavírus pode atrasar porque alguns senadores não concordaram com a parte do projeto sobre a proposta de seguro-desemprego.

Mais cedo, quatro senadores republicanos – Lindsey Graham e Tim Scott, da Carolina do Sul, Ben Sasse, do Nebraska, e Rick Scott, da Flórida – ameaçaram não apoiar o esforço da câmara de aprovar o pacote.

Eles argumentaram que o plano para adicionar US$ 600 por semana ao seguro-desemprego por até quatro meses poderia incentivar as empresas a demitir trabalhadores e os americanos a permanecerem desempregados.

Do outro lado, o senador Bernie Sanders disse que irá segurar o projeto se seus colegas do Partido Republicano não desistirem desta oposição.

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações. Assista – é de graça!