Dow Jones fecha em alta à espera de redução da taxa de juros pelo Fed

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

19:50h – 30/01
InfoMoney

SÂO PAULO – As bolsas norte-americanas fecharam em alta nesta terça-feira, operando no positivo a maior parte do tempo devido à divulgação de resultados por grandes empresas, com destaque para os setores de bens de capital e de telecomunicação. O mercado aguarda a decisão de amanhã do FED sobre a taxa de juros no país, na expectativa de redução de 0,5 ponto percentual.

A boa notícia de que a Procter&Gamble obteve lucro de US$ 0,01 acima do esperado por analistas, que era de US$0,92, fez suas ações subirem 6,36%, colaborando para a alta do Dow Jones. Já o anúncio de que a Nokia reduziu suas projeções de faturamento para este ano fez suas ações despencarem 4,62%.

O índice Dow Jones, que concentra as “blue chips” norte-americanas, fechou o dia com valorização de 1,67%, cotado a 10.881,20 pontos. Algumas ações responsáveis pela alta foram: AT&T (+5,42%), General Electric (+4,21%), Caterpillar (+3,02%) e IBM (+1,42%). No entanto, Microsoft (-1,75%), WalMart (-0,79%), Boeing (-0,55%), e McDonalds (-0,24%) fecharam o pregão sofrendo perdas.

Já o índice Nasdaq, composto por empresas do setor de tecnologia, permaneceu estável, fechando o dia a 2.838,35 pontos, tendo como destaque de alta ações como Legato Systems (+11,15%), que anunciou fracos resultados referentes ao ano passado, porém boas perspectivas para este ano; JDS (+3,82%), Ericsson (+2,75%) e Cisco (+2,01%). Os destaques de queda ficaram por conta da Amazon (-5,90%), que reportou hoje seus resultados; Sun (-4,47%), Qualcomm (-1,30%), Yahoo (-0,47%) e Intel (-0,17%).

O S&P 500, que engloba as 500 maiores empresas norte-americanas, subiu 0,69%, fechando a 1.373,73 pontos. Em alta fecharam empresas como K-Mart (+12,37%), Avon (+3,53%), Exxon (+2,22%), Texas Instrument (+1,77%) e JC Penney (+0,07%), que divulgou o fechamento de 47 lojas e o corte de mais de 5.500 empregos devido ao desaquecimento da economia americana. No entanto, W R Grace (-28,57%), EMC (-1,43%), Merrill Lynch (-0,60%) e Motorola (-0,39%) tiveram seus papéis depreciados em relação ao pregão anterior.

Compartilhe