Dólar conserva trajetória de queda frente ao real e opera perto de R$ 2,06

No começo da tarde, moeda norte-america cai 0,7% em relação à brasileira; bolsas seguem em alta expressiva

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mantendo a trajetória observada no começo do dia, o dólar amplia o ritmo de queda em relação ao real e, há pouco, era negociado próximo a R$ 2,06, baixa de 0,77% frente ao fechamento anterior.

A terça-feira (19) começa positiva na renda variável, com boa parte das bolsas de valores operando com ganhos expressivos. O Ibovespa inicia a tarde subindo 0,9%, acima dos 51,9 mil pontos. Em Wall Street e na Europa, a alta é mais tímida.

O setor financeiro foi destaque desde cedo, em meio à notícia que Goldman Sachs, Morgan Stanley e JPMorgan Chase pretendem devolver cerca de US$ 45 bilhões ao Tesouro dos EUA. As três instituições afirmaram que almejam pagar o quanto antes os empréstimos obtidos com o governo.

Agenda diária

Aprenda a investir na bolsa

No panorama externo, a pauta de indicadores econômicos ajudou a enfraquecer o otimismo da abertura, com a divulgação de dados decepcionantes sobre o mercado imobiliário dos EUA. A dupla Building Permits e Housing Starts ficou abaixo do esperado em abril, sinalizando menor número de permissões para construir imóveis e de obras recém iniciadas.

Já no âmbito interno, atenção ao IPC-Fipe (Índice de Preços ao Consumidor – Fipe) referente à segunda semana do mês e à coletiva detalhando a fusão entre Sadia e Perdigão.

Mercado Paralelo

No mercado paralelo, a moeda norte-americana está sendo negociada a R$ 2,3000 na venda, representando um ágio de 11,70% em relação ao dólar comercial.