Dólar comercial inverte tendência e passa a marcar leve queda de 0,2%

Indicadores econômicos ruins nos EUA são analisados; BC realiza nova intervenção, após moeda alterar trajetória

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após abrir a quinta-feira (21) em alta, se recuperando das perdas apresentadas nas últimas sessões, o dólar comercial inverte sua tendência nesta tarde, operando com leve queda próxima de 0,2%. E o Banco Central anunciou mais uma intervenção no mercado cambial.

Pela décima sessão consecutiva, o Banco Central realizou uma nova compra de dólares em leilão no mercado à vista. Tal operação ocorreu entre às 15h06 e às 15h16 (horário de Brasília), quando o dólar já operava no negativo, com queda em torno de 0,19%.

Nos EUA, a agenda movimentada chama a atenção. Apesar do Leading Indicators registrar uma variação melhor do que a esperada pelo mercado em abril, os níveis de atividade industrial da Filadélfia de maio e o número de pedidos de auxílio-desemprego na última semana vieram aquém do esperado.

Aprenda a investir na bolsa

A sessão conta com a declaração do ex-presidente do Fed Alan Greenspan de que os bancos ainda precisam levantar grandes quantias de capital. Na Europa, a agência de risco Standard & Poor’s rebaixou a perspectiva do rating do Reino Unido nesta manhã.

Confira as cotações do dólar

O dólar comercial opera cotado a R$ 2,0190 na compra e R$ 2,0210

na venda, baixa de 0,20% em relação ao fechamento anterior. No mercado paralelo, a moeda norte-americana opera negociada a R$
2,3000, representando um ágio de 13,92%
em relação ao dólar comercial.
Com esta queda, o
dólar acumula desvalorização de 7,42% em maio, frente
à baixa de 5,58% registrada no mês passado.

No ano a desvalorização acumulada da moeda norte-americana
já chega a 13,52%.

Dólar futuro na BM&F
também opera em queda

Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em junho
opera cotado a R$ 2.026,
baixa em relação ao fechamento
de R$ 2.039

PUBLICIDADE

da última quarta-feira. O contrato com vencimento em julho, por sua vez, opera em baixa,
atingindo R$ 2.038 frente
à R$ 2.054 do fechamento de

ontem.