Câmbio

Dólar caminha para sexta alta consecutiva, em sessão instável nos mercados

Notícias sobre paralisação da concessão de novos empréstimos na China pressionam investidores ao redor do globo

Por  Bruna Marques Cortez -

SÃO PAULO – O dólar comercial inicia os negócios desta quarta-feira (27) caminhando para sua sexta alta consecutiva, em dia marcado pela agenda econômica dos EUA.

Nesta sessão, a moeda norte-americana opera com valorização de 0,33%, sendo cotada a R$ 1,841 na venda. Já em relação ao acumulado do mês, a trajetória do dólar também é positiva, e a moeda configura alta de 5,73%.

Restrição do crédito
Em pauta nesta quarta-feira, confirmações de que os bancos chineses interromperam a concessão de novos empréstimos corporativos colaboram para o clima negativo, com investidores avaliando a nova face da política monetária chinesa, adotada para conter a inflação e as bolhas nos preços de ativos.

Ainda na Ásia, destaque para o Japão, que viu suas exportações avançarem 12,1% em dezembro, o primeiro crescimento registrado desde o inicio da crise mundial, em setembro de 2008.

Decisão nos EUA
Já o banco central norte-americano divulga sua decisão sobre a taxa básica de juro do país, que, de acordo com expectativa do mercado, deverá ser mantida entre 0% e 0,25% ao ano. Apesar das estimativas de inércia, o mercado aguarda sinais que indiquem a retirada de estímulos.

Dentre os indicadores, atenção para o New Home Sales, com o número de novos imóveis com compromisso de venda no país, além do relatório semanal com os estoques de petróleo nas refinarias norte-americanas.

Dólar paralelo permanece em R$ 1,9500
No mercado paralelo, a moeda norte-americana está sendo negociada a R$ 1,9500, representando um ágio de 6,04% em relação ao dólar comercial. 

Compartilhe