Um mês após saída de CEO

Dois vice-presidentes do Banco do Brasil renunciam ao cargo

Vice-presidente financeiro e de Relações com Investidores e vice-presidente corporativo deixam os cargos, ambos alegaram motivos pessoais

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Banco do Brasil (BBAS3) comunicou nesta terça-feira (13) a renúncia de dois dos seus vice-presidentes. Os substituídos já foram escolhidos. A instituição financeira passou por troca de comando há menos de um mês.

Carlos José da Costa André deixa o cargo de vice-presidente financeiro e de Relações com Investidores a partir do dia 26 de abril. Segundo o banco, a renúncia foi causada pela aposentadoria do executivo.

Já Mauro Ribeiro Neto alegou motivos pessoais ao renunciar ao cargo de vice-presidente corporativo a partir do dia 30 de abril.

Foram indicados para substituí-los, respectivamente, José Ricardo Fagonde Forni, atual diretor de Suprimentos, e Ênio Mathias Ferreira, diretor de Governo.

As duas indicações precisam ser aprovadas em instâncias internas de governança.

No início do mês, Fausto Andrade Ribeiro assumiu a presidência do BB. André Brandão, antigo presidente, deixou o cargo no dia 31 de março após renúncia anunciada em 18 de março.

Pesou para a saída de Brandão as queixas do presidente Jair Bolsonaro sobre o plano de fechamento de agências do BB e também o plano de demissão voluntária, anunciado no início do ano. Brandão ficou apenas seis meses no cargo.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.