"Core 1.14.6"

Dogecoin tem forte volatilidade mesmo após atualização

Memecoin

Por  CoinDesk -

Os desenvolvedores por trás da memecoin Dogecoin (DOGE) lançaram a atualização “Core 1.14.6” na madrugada desta quinta-feira (21), de acordo com uma publicação no site de programação GitHub. A nova versão apresenta atualizações essenciais de segurança e alterações na eficiência da rede.

As correções relacionadas à segurança incluem mudanças no sistema de alerta da rede, além de maior confiabilidade no download de transações, permitindo que os desenvolvedores baixem um histórico das operações realizadas na blockchain.

Uma das alterações foi em um parâmetro que define a quantia mínima que dever ser gasta pelo usuário para enviar uma transação na rede – de 1 DOGE, o piso foi reduzido para 0,01 DOGE.

Validadores também passam a poder identificar na própria carteira de Dogecoin se alguma transação está travada e corre o risco de não ser processada. As medidas visam evitar que nós da rede (computadores que rodam o software da criptomoeda) capturem transações antigas que não foram concluídas.

Leia também:
Recente “banho de sangue” no mercado cripto não é necessariamente ruim, dizem reguladores

Outra correção relacionada à carteira da Dogecoin permite que os operadores de nós alterem o número máximo de conexões que seus computadores permitem, sem precisar reiniciá-los, permitindo um controle mais refinado das capacidades de rede.

Além disso, a blockchain também ganhou uma funcionalidade que permite que os validadores busquem mais facilmente por chaves de usuários na rede, também para evitar perdas de dados no processamento de transações. “Isso pode ajudar a acelerar o processo de redigitalização de chaves conhecidas por serem geradas após uma determinada data ou altura do bloco”, explicaram os desenvolvedores, em nota.

A Dogecoin passa por negociações voláteis nas últimas 24 horas. Seu preço caiu cerca de 9%, apagando quase todos os ganhos vistos na terça-feira (19), após traders fecharem posições e realizarem lucros. Na semana, contudo, a criptomoeda ainda acumula alta de 11%.

Apesar da volatilidade, contratos futuros de DOGE registraram apenas cerca de US$ 5 milhões em liquidações, sugerindo que o movimento foi puxado principalmente pelo mercado à vista.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe