De olho na inflação

Dirigente do Fed espera série de ‘deliberados e metódicos’ aumentos de juros

Patrick Harker foi segundo dirigente do Federal Reserve a ter tom mais hawkish em menos de 24 horas

Por  Equipe InfoMoney -

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) na Filadélfia, Patrick Harker, afirmou nesta quarta-feira (6) que espera uma série de “deliberados e metódicos” aumentos de juros ao longo deste ano, com início da redução do balanço de ativos “em breve”.

Em discurso na Câmara de Comércio do Estado de Delaware, o dirigente se disse “agudamente preocupado” com a escalada inflacionária nos Estados Unidos. “O crescimento econômico e o emprego estão robustos, mas estou muito preocupado com a inflação”, reiterou Harker, alertando para o risco de que as expectativas inflacionárias fiquem desancoradas.

Ele projetou que a alta dos preços arrefecerá ao longo deste ano, mas que a inflação seguirá “elevada” em cerca de 4%. Para ele, o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer entre 3% e 3,5% em 2022 e assumir tendência de expansão entre 2% e 2,5% nos próximos anos.

“Com o fim de medidas de apoio pela pandemia, o aperto das condições monetárias e a guerra na Ucrânia pressionando os preços das commodities, acho que o crescimento vai moderar este ano”, disse Harker.

Ontem, Lael Brainard sinalizou que Fed irá acelerar aperto monetário

No dia da publicação da ata do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), Patrick Harker foi o segundo diretor do Fed a sinalizar que espera um aumento de juros mais rápido, bem como uma redução do balanço.

Ontem, os mercados reagiram mal após a conselheira do Fed que espera para se tornar vice-presidente da instituição, Lael Brainard, afirmar que a instituição vai iniciar uma redução significativa em seu balanço patrimonial – atualmente em US$ 9 trilhões – a partir da próxima reunião do Fomc, em maio.

“Assim, o comitê (de política monetária do Fed) continuará a apertar a política monetária de forma metódica através de uma série de altas de juros e começando a reduzir o balanço a um ritmo rápido já em nossa reunião de maio”, afirmou.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe