James Bullard

Dirigente do Fed defende aumento de juros em 100 pontos-base até 1º de julho

James Bullard expressou preocupação com a alta do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) em janeiro, conforme informado hoje

Por  Estadão Conteúdo -

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em St Louis, James Bullard, afirmou, nesta quinta-feira, 10, que gostaria de ver aumento de 100 pontos-base no juro básico até 1º de julho deste ano. A taxa está na faixa entre 0% e 0,25% desde o início da pandemia, mas deve começar a ser elevada em março, em meio à escalada persistente da inflação nos Estados Unidos.

Em entrevista à Bloomberg, Bullard – que tem direito a voto nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) – afirmou que apoia o primeiro aumento em uma reunião de 50 pontos-base nos juros desde 2000.

O dirigente expressou preocupação com a alta do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) em janeiro, conforme informado hoje.

Ele admitiu que já era um dos membros mais “hawkish” do Fed e disse que endureceu “dramaticamente” as expectativas para o que o BC americano deveria fazer.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe