De saída

Diretores da Raia Drogasil e de uma imobiliária renunciam

Antonio Carlos de Freitas deixa a função de Diretor de Varejo, após trabalhar na empresa por 18 anos

SÃO PAULO – Duas empresas informaram na noite desta sexta-feira (20) a renúncia de diretores. A primeira foi a Raia Drogasil (RADL3), que anunciou que Antonio Carlos de Freitas deixa a função de Diretor de Varejo, após trabalhar na empresa por 18 anos, sendo treze na antiga Drogasil.

Segundo a companhia, “como diretor da Drogasil desde 1999, Freitas transformou a operação de varejo e liderou a sua expansão, contribuindo para que se tornasse um player de referência e a primeira empresa do varejo farmacêutico brasileiro a ingressar no Novo Mercado com uma bem-sucedida oferta realizada em 2007”. Ele seguirá como consultor junto à gestão da empresa.

Para seu lugar entrará Renato Raduan, que atualmente é diretor de Operações e passará a acumular as operações das bandeiras Raia e Drogasil e, também, Farmasil, ao passo que Eugênio De Zagottis, atual diretor de Planejamento Corporativo e de Relações com Investidores da Companhia, responderá também pelas Relações Institucionais da companhia.

Outra empresa que anunciou mudanças foi a Tecnisa (TCSA3), com a renúncia de Vasco de Freitas Barcellos Neto como Diretor Financeiro e de Relações com Investidores. Com isso, o conselho da empresa aprovou a eleição de Flavio Vidigal de Capua para substituí-lo.

A companhia informou que Flávio Capua possui mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro em bancos nacionais e internacionais, tendo passado pelas áreas de investment banking, corporate banking, research, crédito e fusões e aquisições. Ele trabalhou no Banco Santander, Unibanco e Finasa.