Perspectivas

Direto ao ponto: na volta do feriado, Ibovespa digerirá eventos externos

Proximidade das eleições pesou nas bolsas dos EUA na última sexta-feira e deve seguir no radar; por aqui, foco na temporada de balanços

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO –  Após o Ibovespa fechar o pregão da última quinta-feira com ganhos de 2,3% – maior alta em mais de um mês – o mercado deve digerir nesta segunda-feira (5) os eventos ocorridos no fronte externo na última sexta-feira, quando a bolsa brasileira permaneceu fora de operação por conta do feriado do Dia de Finados. 

Na sexta-feira, as principais bolsas norte-americanas encerraram no campo negativo, em meio à expectativa pelas eleições presidenciais norte-americanas. A queda acontece a despeito do relatório de emprego, que mostrou avanço na geração de vagas no país. 

No mesmo sentido, o índice de ADRs (American Depositary Receipt) Dow Jones Brazil Titans 20, que acompanha as ações de companhias brasileiras no exterior, também encerrou em queda, com os ADRs da Eletrobras (ELET3,ELET6) despencando 8,99%, depois de o governo do Brasil propôs menos compensação para a redução de taxa do que a empresa esperava.

Temporada de balanços e eleições nos EUA em foco
Já nesta segunda-feira, o mercado acompanha a continuidade da temporada de balanços por aqui. Entres as empresas que divulgarão os seus números estão CPFL Energia (CPFE3), Direcional (DIRR3) e Fras-Le (FRAS4). 

No front externo, a disputa entre o presidente democrata Barack Obama e seu opositor republicano Mitt Romney pela presidência dos EUA, que acontece na próxima terça-feira, deve continuar a mexer com as bolsas mundiais. Na agenda econômica, dados de inflação no Brasil e nível de atividade industrial norte-americano seguem no radar dos investidores.