Direto ao ponto: Em semana recortada por feriado, dia pode ser de ajuste

Quarta-feira é marcada ainda por uma agenda carregada de indicadores vindos do mercado externo e internamente

Por  Maria Cecília Ferraz Fontes

 

SÃO PAULO – Diante do Feriado da Proclamação da República na última terça-feira (15), a Bolsa de Valores de São Paulo não operou, o que fez com que as atenções se voltassem para as questões do mercado externo, principalmente repercutindo o fato de os rendimentos dos títulos públicos de dez anos da Itália terem voltado a superar os 7%.

Segundo a Tendências Consultoria, como a semana no Brasil foi recortada pelo feriado da véspera, a quarta-feira poderá ser de ajustes nos preços dos ativos.

Além disto, os analistas explicam que “após uma semana de muita volatilidade, em meio ao agravamento das tensões relacionadas à Grécia e, principalmente, Itália, que resultaram na necessidade de mudanças no comando político destes países, os próximos dias devem trazer alguma acomodação do ambiente na Europa”. 

Agenda e resultados trimestrais 
A quarta-feira será marcada por uma agenda carregada de indicadores vindos do mercado externo e internamente. No cenário doméstico os investidores acompanham a divulgação feita pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) do IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal), referente à segunda quadrissemana de setembro. 

Por sua vez, o Banco Central informou por meio de nota que a divulgação dos dados sobre fluxo cambial até o dia 11 de novembro foi adiada para quinta-feira (17), às 12h30.

Nos Estados Unidos, será revelado o CPI (Consumer Price Index), índice de preços ao consumidor, e o Core CPI, que exclui os custos relativos à alimentação e energia. Os investidores acompanham ainda os dados do setor industrial, com indicadores como o Industrial Production e o Capacity Utilization, que medem a produção industrial no país e a capacidade utilizada, respectivamente.

A principal economia do mundo também reporta o relatório semanal de estoques de petróleo, organizado pela EIA (Energy Information Administration). Por fim, discursa nesta data nos EUA, o presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker e também do Fed de Boston Eric Rosengren.

Por fim, não é esperado a divulgação de nenhum resultado trimestral no cenário doméstico.

 

Compartilhe