Temporada de balanços

Direcional (DIRR3) tem lucro líquido ajustado de R$ 35,6 milhões no 1T22, alta de 31,5%

A receita líquida chegou a R$ 468,094 milhões, com crescimento de 13,1%

Por  Equipe InfoMoney

A Direcional ([ativo=DIRR3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 35,632 milhões, o que representa uma alta de 31,5% em relação aos R$ 27,106 milhões aferidos no 1T21.

O ajuste é feito excluindo despesas não-recorrentes com cessão de recebíveis e swap de ações.

O Ebitda ajustado alcançou R$ 97,033 milhões, uma alta de 24,7% na comparação com os R$ 77,803 milhões alcançados no 1T21. A margem Ebitda ganhou 1,9 ponto percentual, indo a 20,7%.

A receita líquida chegou a R$ 468,094 milhões, alta de 13,1%, na comparação com os R$ 413,885 milhões do mesmo trimestre do ano passado.

O Volume Geral de Vendas (VGV) de lançamentos subiu 3,8%, na base atual, para R$ 599,069 milhões. Foram nove lançamentos no período. Já o VGV líquido contratado cresceu 20,8% no período, para R$ 621,942 milhões. Os valores já contam a Riva.

“É válido observar que o mês de março de 2022 ficou marcado como o melhor mês de vendas líquidas da história da Direcional”, destaca a empresa.

As Vendas Sobre Oferta (VSO) recuaram 1 ponto percentual, para 16%, no 1T22.

A Direcional encerrou o primeiro trimestre deste ano com 14.513 unidades em estoque, somando VGV de R$ 3,3 bilhões, sendo R$ 2,7 bilhões da parte da companhia.

No 1T22, o total de distratos foi de R$ 91 milhões (R$ 74milhões, na porcentagem da empresa), uma redução de 2% em relação ao número do 4T21. O percentual de distratos sobre as vendas brutas foi de 12,8% no trimestre.

Por fim, O banco de terrenos total da Direcional ao final do 1T22 representava um potencial de desenvolvimento de 156 mil unidades e VGV de R$ 28 bilhões, sendo R$ 25 bilhões a parte da companhia.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe