Desaquecimento da economia e juros derrubam bolsas norte-americanas

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

19:27h – 20/12
InfoMoney

As bolsas norte-americanas fecharam o pregão de hoje em forte queda, sendo que a bolsa eletrônica Nasdaq foi a mais afetada. Analistas de mercado afirmam que o pessimismo dos investidores não é pura e simplesmente uma reação negativa à manutenção das taxa de juros por parte do Fed. As previsões de piores resultados das empresas para os próximos trimestres, o desaquecimento do mercado de PCs e a sensível diminuição dos investimentos corporativos em tecnologia são os motivos identificados para a forte queda. Assim, o setor de medicamentos e em parte o de bens de consumo conseguiram fechar o pregão com pequena valorização, deixando as maiores perdas para os setores de tecnologia, telecomunicações, bens de capital e energia.

O Dow Jones Industrial, índice que reflete o desempenho das blue chips norte-americanas, fechou em queda de 2,51%, a 10.318,93 pontos. Os destaques de baixa foram para AT&T (-7,90%), com rumores de que a empresa poderá distribuir dividendos 77% menores aos seus acionistas, Alcoa (-7,08%), Walt Disney (-6,16%) e International Paper (-4,45%), que anunciou uma forte redução nos lucros do quarto trimestre, de US$ 0,55 para US$ 0,30 por ação. As únicas empresas do índice que fecharam em alta foram Phillip Morris (+2,47%), Wal-Mart (+2,09%), Merck (+2,05%), Johnson&Johnson (+1,45%) e Caterpillar (+0,44%).

O Nasdaq Composite, índice que concentra os papéis de empresas de tecnologia, encerrou o pregão em baixa de 7,12%, a 2.332,77 pontos. A Cisco Systems teve seus papéis rebaixados pela Merrill Lynch, o que colaborou para a forte desvalorização de 11,83% em suas ações. Outros destaques de baixa foram JDS Uniphase (-11,11%), Dell (-8,90%), Amazon (-8,56%), Microsoft (-7,39%), Oracle (-6,94%) e Intel (-4,49%), arrastadas pelo desaquecimento do mercado de microcomputadores pessoais e pela diminuição dos investimentos corporativos em tecnologia. Entre as poucas empresas que se valorizaram no pregão de hoje, destaque para a Apple, com alta de 2,68% e a Sun Microsystems, com alta de 1,86%.

O S&P 500, índice que reúne as 500 maiores empresas norte-americanas, fechou desvalorizado em 3,13%, a 1.264,74 pontos. Entre as maiores quedas, destaque para a Lucent Tecnologies, que fechou em baixa de 11,87%. Outras empresas que também caíram foram IBM e HP, que também tiveram seus papéis rebaixados pela Merrill Lynch, fechando o pregão desvalorizadas em 4,58% e 2,79% respectivamente. Já dentre as empresas que se destacaram positivamente, vale citar as gigantes do setor farmacêutico Pharmacia Corporation (+3,34%), Eli Lilly (+2,18%), Bristol Myers (+2,14%) e Merck (+2,05%).

Compartilhe