Investigação

Deputados são alvo de operação da Polícia Federal na Câmara

Pedidos se referem a 6ª fase da Operação Ápia, que investiga um esquema de corrupção que teria desviado recursos públicos direcionados a obras de terraplanagem e pavimentação asfáltica no Tocantins

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A PF (Polícia Federal) cumpre nesta quarta-feira (13) mandatos judiciais na Câmara e tem como alvos os deputados Carlos Henrique Gaguim (PODE-TO) e Dulce Miranda (PMDB-TO), vice-líder da sigla no plenário. Os pedidos se referem a 6ª fase da Operação Ápia, que investiga um esquema de corrupção que teria desviado recursos públicos direcionados a obras de terraplanagem e pavimentação asfáltica no Tocantins.

De acordo com a PF, nesta operação estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e 8 de intimações nas cidades de Palmas (TO), Araguaína (TO) e Brasília. As diligências foram solicitadas pela PGR (Procuradoria Geral da República) e autorizadas pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Segundo informou a PF, a investigação apontou para um esquema de direcionamento das contratações públicas mediante pagamento de propina de empresários que se beneficiavam com recebimentos por serviços não executados no estado de Tocantins, o que envolvia  servidores públicos, agentes políticos, como também licitações públicas fraudulentas.